A vereadora Lúcia Venturim (DEM) deve tentar “empurrar”, na sessão desta terça-feira (13), projeto de lei que inclui profissionais de supermercados no grupo prioritário para serem vacinados contra Covid-19.

Questionada sobre o projeto a vereadora explicou que para ser votado nesta terça-feira precisa do posicionamento das comissões.

Publicidade Publicidade

Apesar de Castelo contar com mais de 10 supermercados, o projeto da vereadora Lúcia Venturim descarta demais grupos que nesse contexto também poderia ser dado como prioritário, a exemplo motoboys, e beneficia diretamente empreendimentos da própria familiar.

A edil falou ainda que a motivação para tramitação do PL foi após ter recebido muitas queixas de funcionários e relatos de solicitações de afastamento de seus cargos por medo de contaminação, já que o local de trabalho é de grande circulação.

Procurado para saber se há possibilidades dos profissionais que atuam em supermercados da cidade serem incluídos no grupo prioritário para receber a imunização contra a Covid-19, o prefeito de Castelo, João Paulo Nali (PTB), disse ao Regionalidades que o município segue apenas diretrizes estadual e federal, devendo o mesmo ser legislado nas esferas citadas. “São os governos Estadual e Federal que estabelecem os critérios da ordem dos vacinados, não podendo os municípios fazerem alterações. Fazer leis inconstitucionais dessa forma servem apenas para gerar uma expectativa do que não vai acontecer”, disse.

João Paulo Nali enfatizou ainda que é necessário ter cautela, uma vez que em breve todos serão vacinados conforme cronograma do Governo Estadual e Federal. “Precisamos entender que todos que precisam trabalhar no comércio nessa pandemia são iguais, não existe o mais prioritário que o outro. Vamos ter calma, cumprir os protocolos para evitar o contágio e aguardar que em breve todos nós estaremos imunizados”, concluiu.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorMaioria de comitê criado por Castro defende ‘tratamento precoce’ contra Covid
Próximo artigoBH: Prefeitura limita vacina da gripe para crianças por falta de doses
Elan Costa
Elan Costa é jornalista sob o registro MTE 3512/ES, articulista, marqueteiro político e estudante de direito. Atuou na Gerência de Jornalismo e Relações Públicas da Prefeitura de Guarapari, trabalhou como Jornalista Correspondente do Jornal A Tribuna, no Noroeste do ES, foi coordenador de comunicação na Câmara Municipal de Santa Teresa, assessor de comunicação na Amunes - Associação dos Municípios do ES -, e assessor político em diversos órgãos. É marqueteiro político, tendo atuado na campanha eleitoral para prefeito, em 2016, para deputado estadual em 2018, e novamente para prefeito e vereadores, em 2020. É fundador e proprietário do Jornal Regionalidades.

Comentários no Facebook