Durante o seu pronunciamento na Tribuna da Câmara Municipal de Castelo o vereador do PSDB, Mazin Celin, frisou, ao falar sobre o Projeto de Lei, de autoria da vereadora, Lúcia Venturim (DEM), que tem como objetivo permitir com que o executivo possa fazer alterações na LDO – Lei de Diretrizes Orçamentárias – para que sejam concedidos descontos no pagamento do IPTU ainda deste ano de 2021, que ele “não foi eleito para fazer média com a população”.

Confira a fala do vereador:

Edmar Celin foi categórico ao frizar, durante seu discurso, que o projeto é inconstitucional, mesmo já tendo votado por projetos inconstitucionais anteriormente, e que não está ali [Na Câmara Municipal] para fazer média com a população, referindo-se ao Projeto de Lei que visa beneficiar a população com descontos no IPTU.

Publicidade Publicidade

O tucano conseguiu ainda “travar” por mais uma semana a votação do Projeto na Casa de Leis. A previsão é de que a proposta seja votada na sessão da próxima quinta-feira (09), já que na terça-feira (07) será feriado.

Alterado, Edmar chegou a mencionar que, entre outras palavras, “Castelo está uma bagunça”, fazendo referência ao cenário nacional entre Judiciário, Executivo e Legislativo.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorConfira o expediente dos órgãos estaduais nos feriados da Independência do Brasil e do aniversário de Vitória
Próximo artigoFazedoras de cultura se reúnem com vice-governadora
Elan Costa é jornalista sob o registro MTE 3512/ES, articulista, marqueteiro e consultor político, estudante de direito e vice-presidente da Adjori/ES - Associação dos Jornais do Interior do Espírito Santo - eleito para o biênio 2021-2023. Atuou na Gerência de Jornalismo e Relações Públicas da Prefeitura de Guarapari, trabalhou como Jornalista Correspondente do Jornal A Tribuna, no Noroeste do ES, foi coordenador de comunicação na Câmara Municipal de Santa Teresa, assessor de comunicação na Amunes - Associação dos Municípios do ES -, e assessor político em diversos órgãos. É marqueteiro político, tendo atuado na campanha eleitoral para prefeito, em 2016, para deputado estadual em 2018, e novamente para prefeito e vereadores, em 2020. É fundador e proprietário do Jornal Regionalidades.

Comentários no Facebook