A Câmara de Castelo nomeou nesta terça-feira (03), durante uma sessão solene, pelo menos 3 aprovados no polêmico concurso realizado em 2018 e deverão exercer as funções de Técnico em Informática, Auxiliar de Serviços Administrativos e Legislativos, e, Procuradora Legislativa.

Publicidade Publicidade

“É uma honra pra mim, como Presidente desta Casa de Leis nomear vocês hoje. Foi uma luta pessoal minha, desde a gestão passada, em dar posse a quem passou no concurso. Agradeço aos demais Vereadores que também entenderam a importância dessas nomeações. Tenho certeza que vocês vieram para somar. Vamos trabalhar juntos para fazermos mais e melhor pelo nosso município”, disse o Presidente, Tiago de Souza (PTB), dando as boas-vindas aos empossados.

Os novos servidores efetivos da Câmara também se pronunciaram agradecendo a oportunidade. “Espero atender as expectativas de vocês e colaborar com o trabalho desenvolvido aqui”, disse Ademar Rosa Júnior, que assumiu o cargo de Técnico em Informática. “Anseio dar o meu melhor como servidor dessa casa”, comentou o Auxiliar de Serviços Administrativos e Legislativos, Cleuton Bello Gonçalves. “Estive aqui há um mês solicitando nossa nomeação e hoje isso já virou realidade. A expectativa é bem servir às 13 autoridades com o máximo de empenho possível para melhorar as propostas e projetos dos nobres Vereadores”, concluiu Simoni Fazolo, a mais nova Procuradora Legislativa da Câmara.

Quem também participou da cerimônia e agradeceu a oportunidade foi Wagner Boa Nova Medeiros, técnico de contabilidade, nomeado em janeiro de 2020. “Parabenizo os colegas empossados hoje, e agradeço a oportunidade de trabalhar nesta instituição, que está melhorando a cada dia na área que atuo” finalizou, Wagner Boa Nova Medeiros.

Foto: Letícia Gava / Ascom Câmara de Castelo

Prorrogação – A Câmara Municipal de Castelo, seguindo o que determina o Edital, através de Ato Administrativo publicado no dia 12 de fevereiro, prorrogou por mais dois anos o prazo para nomeações dos cargos do Concurso Público realizado em 2018. Agora, a casa de leis tem até abril de 2023 para nomear os concursados, evitando assim qualquer prejuízo aos aprovados. A prorrogação é legal e prevista no edital, para que o concurso não perca a validade, garantindo assim o direito de nomeação aos candidatos que foram aprovados no certame.

*Letícia Gava / Ascom Câmara de Castelo

COMPARTILHAR
Artigo anteriorInflação na saída das fábricas fica em 4,78% em março, diz IBGE
Próximo artigoTVE no ranking nacional de transmissão do futebol
Elan Costa
Elan Costa é jornalista sob o registro MTE 3512/ES, articulista, marqueteiro político e estudante de direito. Atuou na Gerência de Jornalismo e Relações Públicas da Prefeitura de Guarapari, trabalhou como Jornalista Correspondente do Jornal A Tribuna, no Noroeste do ES, foi coordenador de comunicação na Câmara Municipal de Santa Teresa, assessor de comunicação na Amunes - Associação dos Municípios do ES -, e assessor político em diversos órgãos. É marqueteiro político, tendo atuado na campanha eleitoral para prefeito, em 2016, para deputado estadual em 2018, e novamente para prefeito e vereadores, em 2020. É fundador e proprietário do Jornal Regionalidades.

Comentários no Facebook