TCEES expede medida cautelar contra fonte milionária em Colatina e intima prefeito Sérgio Meneguelli

Decisão Monocrática 00002/2020-5 foi expedida nesta terça-feira (07) pelo conselheiro Luiz Carlos Ciciliotti Da Cunha

0
EMPÓRIO MARCENARIA
J. Regionalidades vc por dentro de tudo Publicidade Detran carnaval Publicidade Agência Solução
SESA Aedes Aegipty Publicidade CORONAVÍRUS - SESA Publicidade

O Tribunal de Contas do Estado do Espírito Santo (TCEES) expediu, na tarde desta terça-feira (07), medida cautelar determinando que o prefeito de Colatina, município do Noroeste do Estado, Sérgio Meneguelli, suspenda a Tomada de Preços n. 020/2019 que tem como objetivo a contratação de empresa especializada para execução e instalação de fontes no município.

De acordo com a Decisão Monocrática 00002/2020-5, do processo 20621/2019-8, que tem como relator o Conselheiro Luiz Carlos Ciciliotti Da Cunha, Meneguelli deve suspender o certame na fase em que se encontra, e, se for o caso, que suspenda a execução do contrato, ou se abstenha de assiná-lo.

Publicidade Publicidade

Com a decisão o prefeito também fica impedido de emitir qualquer ordem de serviço decorrente do certame até decisão ulterior, ou seja, decisão posterior a esta, do Tribunal de Contas do Estado, além de cumprir a decisão de imediato a prefeitura terá que publicar na imprensa oficial a decisão e apresentar provas ao TCEES no prazo de 10 dias.

A abertura da tomada de preços para a contratação de empresa especializada para execução e instalação de fontes no município, no valor global de mais de R$ 2 milhões de reais deu o que falar na cidade e foi alvo de uma Ação Civil Pública de número 0011264-12.2019.8.08.0014, proposta pelo Ministério Público do Estado do Espírito Santo visando, em síntese, o cancelamento da Tomada de Preços Tomada de Preços nº 020/2019 e a transferência de sua verba para outros fins, como construção de creches, reformas de escolas e universalização de atendimento para todas as crianças de 0 a 3 anos.

Ao todo a tomada de preços prevê a execução e instalação de 2 (duas) fontes luminosas, localizadas na Av. Moacyr Dalla, Beira Rio, com prazo para execução de três meses, no valor estimado de R$ 671.494,22 (seiscentos e setenta e um mil e quatrocentos e noventa e quatro reais e vinte e dois centavos; a execução e instalação de uma fonte circular com jatos sequenciais, também na Beira Rio, a ser executada em cinco meses, no valor de R$ 1.433.270,33 (um milhão e quatrocentos e trinta e três mil e duzentos e setenta reais e trinta e três centavos; além de uma fonte circular no canteiro entre a Praça Municipal e a Av. Getúlio Vargas, no Centro da cidade, prevista para ser executada em dois meses conforme o subitem 2.3 do edital, no valor de R$ 66.416,63 (sessenta e seis mil e quatrocentos e dezesseis reais e sessenta e três.

Se somados os valores chegam a R$ 2.171.180,88 (dois milhões, cento e setenta e um mil, cento e oitenta reais e oitenta e oito centavos) que serão pagos com recursos próprios da prefeitura.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorMoradores de Castelo vão contar com tratamento por hemodiálise na Santa Casa do município
Próximo artigoSecretaria de Desenvolvimento implementa Programa de Integridade
Elan Costa é jornalista sob o registro MTE 0003512/ES, articulista e estudante de direito. Atuou na Gerência de Jornalismo e Relações Públicas da Prefeitura de Guarapari, trabalhou como Jornalista Correspondente do Jornal A Tribuna, no Noroeste do ES, foi coordenador de comunicação na Câmara Municipal de Santa Teresa, assessor de comunicação na Amunes - Associação dos Municípios do ES -, e assessor político em diversos órgãos. É marqueteiro político, tendo atuado na campanha eleitoral para prefeito de Guarapari em 2016, além de coordenador de campanha eleitoral para deputado estadual em 2018. Fundador e proprietário do Jornal Regionalidades.

Comentários no Facebook