Setembro Verde: Sesa inicia campanha para estimular doação de órgãos

0

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) realizou, nesta segunda-feira (02), a abertura da campanha “Setembro Verde”, que tem como objetivo estimular a doação de órgãos em todo Espírito Santo. A solenidade aconteceu no auditório do Hospital da Polícia Militar (HPM), em Vitória. As ações durante todo o mês serão coordenadas pela Central de Notificação, Captação e Doação de Órgãos (CNCDO).

A campanha “Setembro Verde” é alusiva ao Dia Nacional da Doação de Órgãos, que é lembrado no próximo dia 27. No Espírito Santo, a Lei Estadual 10.374/2015 inclui no calendário oficial do Estado o “Setembro Verde” como o Mês de Conscientização Sobre a Doação de Órgãos.  Até esta segunda-feira, 1.216 pessoas aguardam por um transplante. O número, porém, varia dia a dia.

Publicidade Publicidade

Representando o secretário de Saúde, Nésio Fernandes, o subsecretário de Regulação e de Organização da Atenção à Saúde, Tadeu Marino, que há cinco anos realizou um transplante de rim, destacou a importância da doação.

“Não existe o transplante sem o sim. E o sim é da família. Temos que conversar com as nossas famílias, pois na hora mais sofrida, é a hora da decisão de fazer a permissão de doação. Isso é fundamental”, disse Tadeu Marino.

Para a coordenadora da Central Estadual de Transplantes, Maria Machado, endossou a fala do subsecretário sobre a importância da família. “Encorajamos as pessoas, especialmente as famílias, que conscientemente e com a devida proteção legal, doem órgãos como gesto de amor solidário. Certamente estamos diante de um gesto nobre e altruísta. Um ‘sim’ à vida”.

Além de Marino e da coordenadora da Central Estadual de Transplante, estiveram presentes na solenidade, a supervisora da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa, Leila Rusciolelli; o presidente da Associação Providas Transplantes, Adauto Vieira Almeida; o presidente da Unimed, Fernando Ronchi; o médico chefe da equipe de transplante hepático do Hospital Meridional, Gustavo Peixoto; e o chefe de transplante renal, Lauro Vasconcelos.

Há um mês a família do funcionário público João Victor Batista foi surpreendida com a notícia da morte da mãe Iolanda Batista do Nascimento. Após um acidente vascular cerebral (AVC), foi constatado a morte cerebral da balconista. Mesmo com o sofrimento, a família decidiu pelo sim à doação de órgãos.

“Para nós está sendo muito reconfortante, mesmo nesse período de luto que a família está passando. É com alegria também estarmos com esse pensamento de que a nossa mãe está ajudando outras pessoas”, contou João Victor.

No outro lado, o médico Jaílson Totola, que há quatro anos recebeu um fígado por meio do sim de uma família. “É muito emocionante quando vemos a família de um doador, pois para nós que ficamos naquela fila, não é fácil. E de repente surge alguém e o seu médico te liga e fala que tem um doador. Graças a uma família de doadores, que disse sim eu estou vivo. Hoje eu não estaria aqui para contar a vocês, mas graças à doação eu estou aqui”, falou emocionado.

O médico fez um apelo: “Peço a todos que falem a sua família que vocês são doadores de órgãos. Ajudem a salvar vidas”.

Para o aposentado Jaider Andre dos Reis, a vida do filho Fabio Henrique, que era transplantado de rim desde os cinco anos, mas faleceu aos 13 devido à infecção hospitalar, o fez ser apoiador da causa e ajudar à campanha da doação de órgãos. “Recentemente eu comecei uma campanha para incentivar a doação de órgãos, pois naquela época do meu filho, eu presenciei muito sofrimento. Não adianta você dizer que é doador, se não comunicou à família. Quero poder falar isso com as pessoas, mostrar que a doação salva vidas”.

O que é transplante de órgãos?

É um procedimento cirúrgico regulamentado por lei, no qual um órgão ou tecido doente é substituído por outro saudável, que tem por objetivo melhorar a qualidade de vida. Para isso, é preciso que haja doadores – vivos ou mortos.

O transplante é um tratamento efetivo para muitas doenças e, eventualmente, se torna a única opção terapêutica.

Transplantes de órgãos realizados

Órgão 2018 (jan – dez) 2018 (jan – ago) 2019 (jan – ago)
Córnea 261 191 160
Rim (falecido) 47 36 47
Rim (vivo) 20 14 19
Fígado 25 19 18
Coração 10 8 8
Medula óssea 36 19 45

Fila de espera (02 de setembro de 2019)

Córneas: 218

Coração: 05

Fígado: 31

Rim: 962

Recusa familiar

A coordenadora da Central de Transplantes do Espírito Santo, Maria Machado, comenta que o índice de recusa familiar no Estado é o principal empecilho ao avanço dos transplantes, chegando a aproximadamente 60%.

De janeiro a agosto de 2018, foram realizadas 54 entrevistas familiares e destas, 21 recusaram a doação; no mesmo período em 2019 foram entrevistadas 86 famílias e 47 recusaram a doação para múltiplos órgãos.

“É importante inserir o tema nas discussões em família, para que o assunto seja conversado abertamente entre as pessoas e que seja manifestado aos familiares o desejo de ser um doador”, explicou a coordenadora.

Serviços transplantadores no Espírito Santo

Atualmente, são realizados no Espírito Santo transplantes de coração, fígado, pâncreas, rim, córnea/esclera, medula óssea autólogo e medula óssea aparentado. Existem no Estado sete serviços habilitados para realização desses procedimentos, sendo cinco deles por meio do Sistema Único de Saúde (SUS) e quatro particulares, no entanto, todo o processo de notificação, captação e doação de órgãos é feito pelo SUS.

– Hospital Meridional: coração, fígado e rins;

– Hospital Evangélico de Vila Velha: coração, rim e córnea;

– Hospital Universitário Cassiano Antônio de Moraes (Hucam): córnea;

– Centro de Cirurgia Ocular do Espírito Santo (Cecoes): córnea (procedimento por convênio particular);

– Instituto de Olhos do Espírito Santo (IOES): córnea (procedimento por convênio particular);

– Instituto Oftalmológico Santa Luzia: córnea (procedimento por convênio particular);

– Hospital Mata da Praia: córnea (procedimento por convênio particular).

Já os bancos de olhos que realizam a captação de córneas estão localizados no Hospital Universitário Cassiano Antônio de Moraes (Hucam), que realiza a captação de córneas em Vitória, e no Hospital Evangélico de Vila Velha, que faz a captação de córneas nos demais municípios do Espírito Santo.

Programação – Setembro Verde

Data: 12/09 (quinta-feira)

Horário: 14 horas

– Seminário “Abordando a Doação de Órgãos”

Local: Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro de Itapemirim – Rua Dr. Raulino de Oliveira, Centro, Cachoeiro de Itapemirim.

 

Data: 14/09 (sábado)

Horário: das 8 às 17 horas

– Simpósio com o tema “Doação de Órgãos”, na Faculdade Multivix, em Goiabeiras, Vitória.

Local: Faculdade Multivix – Rua José Alves, 135, Goiabeiras, Vitória.

 

Data: 17/09 (terça-feira)

Horário: 19 horas

– Missa em ação de graças às famílias doadoras e solidariedade aos que estão na fila de espera.

Local: Basílica de Santo Antônio – Rua Lodovico Pavoni, s/n, Santo Antônio, Vitória.

 

Data: 17/09 (terça-feira)

Horário: 14 horas

– Palestra com o tema “Doação de Órgãos”

Local: Hospital Vila Velha – R. Moema, s/n, Quadra 41, Divino Espírito Santo, Vila Velha.

 

Data: 21/09 (sábado)

Horário: das 8 às 17 horas

– Curso de Capacitação em ME para médicos – ministrado pela Equipe médica da CET-ES

Local: Hospital Santa Mônica – Rod. do Sol, s/n, km 01, Praia de Itaparica, Vila Velha.

 

Data: 23/09 (segunda-feira)

Horário: 14 horas

– Palestra sobre a Doação de órgãos

Local: Hospital Santa Mônica – Rod. do Sol, s/n, km 01, Praia de Itaparica, Vila Velha.

 

Data: 24/09 (terça-feira)

Horário: 14 horas

– Seminário Doação de Órgãos

Local: Hospital de Guaçuí – Rua Dr. Nilton Gomes de Figueiredo, nº 07 – Quincas Machado, Guaçuí

 

Data: 25/09 (quarta-feira)

Horário: 14 horas

– Palestra sobre a importância da Doação de órgãos

Local: Vitória Apart Hospital – Rod. Governador Mario Covas, 591, Boa Vista II, Serra.

 

Data: 26/09 (quinta-feira)

Horário: 19 horas

– Solenidade de Agradecimento as famílias doadoras e parceiros

Local: Assembleia Legislativa do Espírito Santo – Av. Américo Buaiz, 205, Enseada do Suá, Vitória.

 

Data: 28/09 (sábado)

Horário: 15 horas

– 10ª Caminhada de sensibilização para doação de órgãos (ação organizada pelo Hospital Evangélico de Vila Velha)

Local: Orla da Praia da Costa (a concentração será no calçadão na altura da Farmácia Santa Lúcia)

Obs.: O evento é gratuito e aberto ao público em geral. Para adquirir a camisa do evento é preciso levar 1kg de alimento não perecível.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.