Em média, são analisados 100 processos a cada sessão virtual.

O Poder Judiciário do Espírito Santo (PJES) está empenhado em dar continuidade às suas atividades, mesmo diante das adversidades causadas pela pandemia de Covid-19. Somente a 2ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça tem julgado, em média, 100 processos a cada sessão virtual.

Publicidade Publicidade

Ao todo, 1.128 processos já foram julgados durante o período de plantão extraordinário pelos membros da Câmara, desembargador Sérgio Bizzotto Pessoa de Mendonça, SérgioGama e Fernando Zardini, sob presidência do decano da Corte, desembargador Adalto Dias Tristão.

O número expressivo de julgamentos demonstra que os desembargadores da Segunda Câmara Criminal não têm medido esforços para entregar aos cidadãos uma prestação jurisdicional célere, cumprindo, assim, o preceito constitucional previsto no artigo 5º, inciso LXXVIII, da Constituição Federal. Além das sessões ordinárias, por exemplo, já foram designadas 03 sessões extraordinárias nos dias 15/06, 22/06 e 06/07.

Após a experiência da primeira sessão virtual, realizada no dia 06 de maio, quando foram pautados inicialmente apenas 10 processos, tendo em vista a necessidade de reconhecimento da nova plataforma de julgamento, houve o aumento gradativo da quantidade de processos nas sessões seguintes, possibilitando a todos os participantes o reconhecimento do novo sistema de julgamento.

Além dos desembargadores, as sessões contam com a participação dos advogados, indispensáveis à administração da Justiça, proferindo excelentes sustentações orais, bem como dos membros do Ministério Público, especialmente aqueles que atuam diretamente nas respectivas sessões de julgamento, os procuradores Altamir Mendes, Cleber Pontes, Gustavo Modenesi, Samuel Scardini Filho, Edwiges Dias, Benedito Leonardo Senatores e karla Sandoval.

Comentários no Facebook