Sedes destaca potencialidades do Espírito Santo durante feira de petróleo e gás no RJ

0
EMPÓRIO MARCENARIA
J. Regionalidades vc por dentro de tudo Publicidade Detran carnaval Publicidade Agência Solução
SESA Aedes Aegipty Publicidade CORONAVÍRUS - SESA Publicidade CAMPANHA VACINAÇÃO GRIPE Publicidade Publicidade Publicidade MAIO AMARELO 2020 Publicidade EMPATIA NO TRÂNSITO Publicidade EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO JULHO/2020 Publicidade DENGUE NOV/2020 Publicidade BEBIDA E DIREÇÃO DEZ2020 Publicidade

O secretário de Estado de Desenvolvimento, Heber Resende, representou o Espírito Santo na 10ª feira Brasil Offshore em Macaé, no Rio de Janeiro. Durante sua apresentação, nesta quarta-feira (26), Resende destacou os potenciais do Estado na área do petróleo e gás, e também para a atração de investimentos.

“O Espírito Santo é um ‘hub’ de oportunidades para aqueles que desejam investir em um lugar seguro, confortável, acolhedor e propício ao desenvolvimento”, descreveu o secretário.

Publicidade Publicidade

Heber Resende também frisou as iniciativas do Estado para a atração de minirrefinarias. “Buscamos a diversificação e descentralização da cadeia produtiva. As minirrefinarias que buscamos viabilizar são plantas modulares com capacidade de processar até 25 mil barris por dia, incluindo diesel, gasolina e óleo bunker (combustível marítimo). Conforme as perspectivas e o cenário econômico, isso pode ser ampliado em um segundo momento”.

De acordo com o secretário, tais empreendimentos teriam capacidade para suprir demandas internas e de mercados próximos. “Atualmente, nossa intenção é desenvolver parcerias para o encaminhamento desta proposta. Sabemos que refinarias de médio porte funcionam muito bem no exterior atendendo a mercados regionais, e o modelo que buscamos para implantação no Espírito Santo teria condições de atender ao mercado interno, além de estados vizinhos, como a Bahia”, complementou Heber Resende.

O coordenador do Fórum Capixaba de Petróleo e Gás, Durval Vieira, destacou as potencialidades econômicas do Estado e a boa relação com o mercado externo. “Temos uma economia aberta ao exterior. Aliás, somos muito bem recebidos no mercado internacional. Mas é preciso ampliar e diversificar a nossa produção e estamos trabalhando para isso”.

Também presente ao evento, o presidente da Federação das Indústrias do Espírito Santo, Léo de Castro, abordou a melhoria do ambiente de negócios do Estado para os investidores. “O Espírito Santo está de portas abertas aos investidores com um ambiente de negócios sólido e favorável, além da competitividade tributária com alta segurança jurídica.

Léo de Castro também destacou o empenho junto ao Governo do Estado para desburocratizar a simplificar a abertura de empresas, reduzindo o tempo de espera. “São medidas que facilitarão o dia a dia dos empresários, que terão mais tempo para investir em atividades que agreguem valor”, afirmou.

A Brasil Offshore é a feira brasileira da indústria de óleo e gás. De acordo com a organização do evento, a feira foi criada a partir da necessidade de um espaço que congregasse inovação, conteúdo e oportunidades para incentivar negócios e a competitividade do setor. O objetivo é fortalecer a rede de fornecedores e prepara-la para atender as demandas e projetos das operadoras vencedoras dos leilões, oferecendo um ambiente altamente técnico com oportunidades únicas de networking, negócios e aperfeiçoamento profissional.

Comentários no Facebook