A última sessão da Câmara de Castelo, na noite de terça-feira (20), contou com a presença da Secretária Municipal de Saúde, que utilizou a tribuna da casa de leis por quase uma hora para prestação de contas do terceiro quadrimestre de 2020.

Marcela Nagel Stov, que ocupa a pasta há apenas três meses, utilizou o data show para demonstrar números como o de consultas médicas e de outras especialidades como odontologia, fisioterapia e fonoaudiologia, além de atendimentos, exames, transporte de pacientes, vacinação, incluindo os valores investidos. Dados sobre a covid 19 também foram apresentados, com testes rápidos, número de infectados pela doença e de mortos.

Publicidade Publicidade

“Esses números são dados dos quatro últimos meses de 2020, ou seja, de setembro a dezembro do ano passado, quando a Secretaria estava sob o comando de um outro profissional. A época já era de grandes desafios, pois a pandemia já era realidade. Hoje a situação da saúde em Castelo ainda demanda muita atenção, pois vivemos um cenário de guerra por conta do novo coronavírus, mas agradeço todo acolhimento que tenho tido, o apoio dos vereadores, que estão inclusive participando voluntariamente da vacinação contra a covid 19”, observou a Secretária de Saúde, Marcela Nagel Stov.

Foto: Letícia Gava / Ascom CMC

Os vereadores, além de elogiarem o trabalho dela à frente da pasta, aproveitaram a oportunidade para tirar dúvidas tanto dos dados apresentados, como também da situação atual que Castelo está com relação ao enfrentamento à pandemia. Com 135 pessoas isoladas e 89 mortes, de acordo com o Boletim Epidemiológico nº364, de 20/04, a Secretária comentou que a pior curva enfrentada foi há três semanas, quando chegamos a ter 450 casos ativos no município.

“Hoje esses números estão caindo em consequência do horário restrito e fechamento do comércio, o isolamento e cuidados da população. Dos cem por cento de pacientes que procuram o Centro de Atendimento Médico Municipal de Covid 19, oitenta por cento são casos positivos para a doença. Agora está caindo o número de casos e também de pessoas que procuram o local que funciona anexo à Escola Madalena Pisa”, disse Marcela, ressaltando que nem por isso podemos descuidar, pedindo a todos que continuem saindo de casa estritamente para coisas necessárias, além do uso de máscara e higienização das mãos lavando com água e sabão ou com álcool 70%.

*Reportagem: Letícia Gava / Comunicação Câmara de Castelo

Comentários no Facebook