A prestação de contas foi realizada na tarde desta quarta-feira (20), na Câmara Municipal, atendendo á Lei Complementar 141/2012

Conforme o que determina a legislação federal, a Secretaria Municipal de Saúde (Semus), de Guaçuí, apresentou o relatório detalhado sobre a gestão do setor de saúde do município no 1º e 2º quadrimestre de 2019. A prestação de contas aconteceu nesta quarta-feira (20), na Câmara Municipal de Guaçuí, e contou com a presença do presidente da Câmara, vereador Angelo Moreira, e os vereadores Marcos do Goes e Licinho.

A reunião foi iniciada pelo secretário municipal interino de Saúde, Werton dos Santos Cardoso, que fez uma introdução sobre os dados que seriam apresentados a todos os presentes à prestação de contas que foi aberta ao público. “São dados que apresentam as fontes de recursos, como esses recursos foram utilizados e os serviços prestados pela Secretaria de Saúde até o final do mês de agosto”, explicou.

Publicidade Publicidade

Em seguida, a superintendente da Semus, Márcia Couzi, fez a apresentação dos dados, conforme determina a Lei Complementar 141/2012, a qual coloca que o gestor deve apresentar um relatório detalhado a cada quadrimestre. Falou também sobre a importância do trabalho em equipe, com persistência e dedicação, além de carinho com a população, o que deve acontecer em cada setor da Saúde do município. “Temos que trabalhar da melhor maneira possível para que cheguemos ao coração das pessoas”, afirmou.

Foram apresentados todos os dados com os gastos de cada setor na estrutura da saúde municipal e os serviços realizados, nos diversos setores que compõem a rede de Saúde de Guaçuí. Assim como as despesas com pessoal, repasses, exames laboratoriais e medicamentos.

O relatório ainda mostrou a produção de serviços públicos na Rede Assistencial que reúne as unidades da Estratégia Saúde da Família (ESF), Programa Agentes Comunitários de Saúde (Pacs), Academias de Saúde, Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf), Vigilância em Saúde, Centro Integrado de Saúde, Centro de Atenção Psicossocial (Caps), Serviço de Aconselhamento e Testagem (SAE) das Doenças Sexualmente Transmissíveis e Aids (DST/Aids), Centro de Reabilitação Física e Pronto Atendimento Municipal (administrado pela Santa Casa de Guaçuí). Assim como a Saúde Bucal, que está dentro da Atenção Básica.

Além disso, foram apresentados os registros dos eventos realizados nas unidades de ESF João Polido de Oliveira, Antônio Dutra de Mendonça, José Theodoro, Antônio de Oliveira “Catatau”, Padre Galleno, Dr. Illo Miranda, Pedro Vieira Neto, Dr. Abelha I e II. Assim como as ações da Saúde Bucal Itinerante e Saúde Bucal nas Escolas, no Nasf – em seus campos de atuação nas UBS, Academia de Saúde, Caps e Cras, além de projetos. Foram apresentados, ainda, os dados da Vigilância em Saúde que engloba a Vigilância Ambiental, Vigilância Epidemiológica e Vigilância Sanitária, assim com do SAE e CTA – DST/Aids.

Comentários no Facebook