Rio de Paz faz ato e chama a atenção para mortes por covid-19

0
Rio de Janeiro - A cidade do Rio de Janeiro recebe hoje o título de paisagem cultural urbana declarada Patrimônio Mundial, conferido de forma inédita pela Unesco (Tomaz Silva/Agência Brasil)
EMPÓRIO MARCENARIA
J. Regionalidades vc por dentro de tudo Publicidade Detran carnaval Publicidade Agência Solução
SESA Aedes Aegipty Publicidade CORONAVÍRUS - SESA Publicidade CAMPANHA VACINAÇÃO GRIPE Publicidade Publicidade Publicidade MAIO AMARELO 2020 Publicidade EMPATIA NO TRÂNSITO Publicidade EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO JULHO/2020 Publicidade DENGUE NOV/2020 Publicidade BEBIDA E DIREÇÃO DEZ2020 Publicidade

A organização Rio de Paz, conhecida por fazer atos contra a violência no Rio de Janeiro, faz hoje (11) um protesto na praia de Copacabana, na zona sul da cidade, para chamar atenção para o grande número de mortes provocadas pela covid-19. O objetivo é protestar contra a forma como o governo federal está lidando com a pandemia.

Segundo dados divulgados ontem (10) pelo Ministério da Saúde, a pandemia já deixou 39.680 mortos no Brasil.

Publicidade Publicidade

No ato, foram feitas 100 covas rasas nas areias da praia, com cruzes e bandeiras do Brasil, para simbolizar os mortos durante a pandemia.

Além do protesto, a ONG pede que o governo federal apresente metas e cronogramas para a área de saúde e economia, socorra empresários afetados pela crise econômica e ofereça renda básica emergencial a todos os pobres e desempregados, entre outras demandas.

Comentários no Facebook