Rede municipal de Cachoeiro é recordista no ES em medalhas de ouro da OBMEP

0
Foram 36, além de 239 menções de medalhas de prata e bronze. Foto: Márcia Leal/PMCI
EMPÓRIO MARCENARIA
J. Regionalidades vc por dentro de tudo Publicidade Detran carnaval Publicidade Agência Solução
SESA Aedes Aegipty Publicidade CORONAVÍRUS - SESA Publicidade CAMPANHA VACINAÇÃO GRIPE Publicidade Publicidade Publicidade MAIO AMARELO 2020 Publicidade EMPATIA NO TRÂNSITO Publicidade

Dentre as redes municipais de ensino do Espírito Santo, a de Cachoeiro de Itapemirim foi a que mais conquistou medalhas de ouro na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) de 2019. Foram 36, além de 239 menções de medalhas de prata e bronze.

Os medalhistas são alunos de 32 unidades, que participaram da 2ª edição da OBMEP, na categoria nível A, voltada para os estudantes dos 4º e 5º anos, do ensino fundamental I.
Nesta quinta-feira (12), aconteceu a cerimônia simbólica de entrega das medalhas nas unidades premiadas. Na escola “Prof. Pedro Estellita Herkenhoff”, localizada no bairro Waldir Furtado de Amorim, que foi um dos destaques da competição, sete alunos receberam medalhas de ouro e vinte e nove, de prata.

Publicidade Publicidade

Na ocasião, a secretária de Educação de Cachoeiro, Cristina Lens, parabenizou a conquista dos estudantes e reforçou a importância do resultado para a continuidade do processo educacional no município.

“Na rede municipal de educação, são 275 alunos medalhistas e isso comprova que estamos no caminho certo. É importante ressaltar que esse resultado é fruto do trabalho de toda equipe escolar, que se esforça para que esses estudantes tenham, cada vez mais, uma melhor qualidade de ensino”, salienta.

A secretária aproveitou, ainda, para ressaltar a relevância da participação familiar no fomento da educação. “Escola e família formam uma parceria fundamental para uma estrutura exitosa do ensino-aprendizagem”, completou.

Na solenidade, também estiveram presentes os responsáveis pelos alunos medalhistas. Dayane Riso Batista de Lima, mãe de Leandro Muniz de Lima Júnior, estudante do 5º ano que ganhou a medalha de ouro, exaltou a conquista do filho e reconheceu ajuda da escola no êxito.

“Eu fico muito feliz com esse sucesso, pois mostra o comprometimento, não somente da escola, mas, também, de nós, como família, no incentivo que resulta em conquistas como essa, que espero que seja a primeira de muitas”, disse.

“A escola tem o papel fundamental de incentivar e mostrar caminhos, dando suporte aos alunos e, também, às famílias. Isso, com certeza, reflete no sucesso deles”, reforçou Renan Grillo Mendes, pai de Renan Grillo Mendes Júnior, do 4º ano, que também foi ouro na competição.

“Eu estudei bastante, me preparei, com a ajuda dos meus professores e, também, do meu pai. Quero participar de outras olimpíadas porque gosto muito de matemática”, relatou o aluno.

Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP)

A Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas, nível A, foi realizada por meio do Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), com o apoio da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM), e promovida pelo Ministério da Educação e do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

Com os objetivos de estimular e promover o estudo da matemática, a OBMEP visa identificar jovens talentos para o incentivo destes, no ingresso em universidades de ciência e tecnologia.

Comentários no Facebook