O restaurante Nossa Vida carrega uma ancestralidade italiana, presente tanto nos pratos oferecidos quanto na estrutura e história da casa onde se localiza.
O negócio familiar aposta na culinária típica da região das Montanhas capixabas.

A culinária brasileira possui uma vasta opção de sabores que reforçam a cultura local. Além de disseminar histórias, o setor gastronômico gera grande movimentação na economia do País e movimenta o setor turístico. De acordo com o Instituto Brasileiro de Pesquisa (IBGE), 34% dos brasileiros gastam, em média, 25% da renda com alimentação fora de casa. Para ampliar as possibilidades de os capixabas investirem no setor, os empreendedores podem contar com recursos do Fundo Geral do Turismo (Fungetur), que tem o Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes) como repassador exclusivo no estado.

Um bom exemplo de empreendimento que aliou a gastronomia como elemento turístico vem das montanhas capixabas. Em Venda Nova do Imigrante, cerca de duas mil pessoas frequentam, em média por mês, um local com culinária carregada de história: o Restaurante Nossa Vida. O empreendimento é um dos vários beneficiados pelo Fungetur no Estado. O casarão, administrado por seis irmãos da família Falqueto, compartilha com moradores e visitantes do sul capixaba as delícias preparadas através das receitas da matriarca da família, Vovó Lucina.

Publicidade Publicidade

O legado da vovó
As receitas de Lucina despertaram nos irmãos empreendedores o desejo de transformar tradição em negócio. O sonho tomou forma em 2018 com a compra de um casarão antigo pertencente a outra família da região onde hoje localiza-se o restaurante.

Adaptar e conduzir o novo espaço demandou união da família, que conta com profissionais das mais variadas áreas. Uma das sócias do empreendimento, Regina Falqueto, destaca que o negócio alia a tradição familiar com o planejamento. “Eu tinha o sonho de ter uma casa desta e de manter viva a memória de nonna Lucina. Meus irmãos e primos foram os responsáveis por projetar e executar a reforma do espaço do restaurante”, conta Regina.

] Um exemplo de ingrediente dos pratos servidos no restaurante familiar é o socol, tipo de presunto cru produzido por famílias de Venda Nova do Imigrante. O produto é um aperitivo que traz, além do sabor característico, a história dos descendentes italianos do Estado. O jeito artesanal desenvolvido pelos imigrantes continua praticamente o mesmo, mas ganhou melhorias. Regina, que também integrante da Associação dos Produtores de Socol de Venda Nova do Imigrante, destaca que o envolvimento com produtos típicos do município potencializa e dá um toque artesanal e tradicional as iguarias servidas no restaurante.

O local, atrelado às tradições trazidas no fim do século XIX pelos imigrantes italianos de Venda Nova do Imigrante, tem o Bandes como um dos alicerces para sua estruturação. Através do banco, os irmãos tiveram acesso aos recursos do Fundo Geral do Turismo (Fungetur), do Ministério de Turismo.

“Investir na reforma e adaptação da casa demandou muito dinheiro, neste momento decidimos procurar o Bandes. Sem ele não conseguiríamos dar continuidade ao projeto”, relembra Regina. O restaurante que completou 1 ano de funcionamento em julho deste ano, oferta cafés da manhã, almoços e cafés da tarde, além de trabalhar também com atendimento a eventos. O espaço já recebeu diversas reuniões de negócios, lançamentos de produtos, eventos de família e outros. Além disso, o empreendimento também atua com a oferta de buffet para eventos externos.

Como obter recursos do Fungetur
O Fungetur faz parte da história de diversos negócios capixabas. Com o fundo, empreendedores do setor turístico podem impulsionar negócios, especialmente bares, restaurantes e empresas do ramo de hospedagem.

O Bandes está presente em todo o Estado por meio dos seus consultores credenciados. Para encontrá-los, basta ligar para o Bandes Atende, pelo 0800 283 4202, ou acessar o site bandes.com.br e se informar sobre como contatar os telefones e os endereços mais próximos e agendar uma visita. Com a orientação adequada, o empreendedor pode escolher o tipo de crédito que mais atende às suas necessidades, fazer simulações e dar início ao processo de financiamento.

O Bandes ainda tem um aplicativo para smartphones, que permite ao interessado simular seu crédito e entrar em contato com o parceiro-consultor. O aplicativo é gratuito e está disponível para os sistemas Android e iOS.

Texto: Beatriz Moreira

Informações sobre linhas de financiamento:
Bandes Atende: 0800 283 4202
Av. Princesa Isabel, 54, Centro, Vitória
App disponível para Android e iOS
www.facebook.com/bandesonline
www.bandes.com.br

Comentários no Facebook