source
Yuan, moeda chinesa
Getty Images

Yuan, moeda chinesa


Publicidade Publicidade

Nesta quarta-feira (24/02), a Justiça chinesa determinou que um homem deverá pagar o equivalente a R$ 42 mil reais (50 mil yuans) à sua ex-esposa pelo trabalho doméstico que ela desempenhava durante o casamento de cinco anos. A informação é de jornais chineses .

O caso polemizou no país, e é o primeiro a ser julgado sob o novo código civil chinês que entrou em vigor este ano.

De acordo com a nova legislação, os cônjuges têm o direito de exigir compensações no divórcio caso o parceiro ou a parceira não tenha desempenhado as atividades combinadas igualmente. Entre estas atividades, estão as domésticas. 

Você viu?

A corte estabeleceu ainda uma pensão de 2 mil yuans (R$ 1.682,00 na cotação atual) por mês para a criança do casal, além da divisão igualitária das propriedades.


O divórcio 


A esposa contou que cuidava da criança e realizava todas as tarefas domésticas, enquanto o marido não assumia nenhuma responsabilidade, além de ir para o trabalho. Por esse motivo, ela entrou com um pedido por compensações extras no dia 4 de fevereiro.

Comentários no Facebook