Durante a cerimônia de entrega do Cartão ES Solidário, realizado na manhã dessa quarta-feira (12), em Castelo, o prefeito João Paulo Nali (PTB), em seu pronunciamento, ressaltou a importância do benefício ser utilizado no comércio local do município.

Publicidade Publicidade

“Todo benefício para auxiliar as famílias de baixa renda é bem-vindo e esse auxílio será muito importante. Pedimos a todos que, se puderem, utilizem o recurso do cartão no comércio de Castelo para assim podermos apoiar também a nossa economia”, disse o petebista, João Paulo Nali durante a entrega do Cartão ES Solidário as famílias beneficiadas.

Ao todo, o benefício financeiro do Governo do Estado a famílias classificadas em extrema pobreza, com renda per capta de até R$ 147,00 (cento e quarenta e sete reais) em Castelo soma R$ 263.400,00 considerando o valor total para todas as 439 famílias contempladas no programa.

Com o cartão, que terá um saldo de crédito de R$ 200,00 por mês totalizando o limite de R$ 600,00 não será permitida realizar a função débito. O beneficiário poderá utilizar o mesmo para compra de alimentação, gás de cozinha ou qualquer item essencial, no comércio, para sua sobrevivência durante a pandemia em decorrência do novo coronavirus nos comércios da cidade que aceitam a bandeira Banescard.

Tal medida deverá injetar na economia do município nada menos que R$ 263.400,00 se todos utilizarem seus benefícios no comércio local.

Sobre o Cartão ES Solidário

O Cartão ES Solidário é um benefício de transferência de renda, aprovado por Lei 11.245/2021, destinado às famílias que já estão na base de dados do Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), caracterizadas pelo recorte de renda de extrema pobreza (renda de até R$ 147 por pessoa) e que incluem crianças de 0 a 6 anos no grupo familiar; ou idosos com mais de 60 anos; ou pessoas com deficiência.

O auxílio tem como principal objetivo oferecer às famílias selecionadas a possibilidade de adquirir alimentos e outros itens de primeira necessidade que as famílias considerarem essenciais. O cartão não permite saque, mas poderá ser utilizado em qualquer estabelecimento que aceite a bandeira Banescard.

O auxílio financeiro de R$ 600,00 (seiscentos reais) será pago em três meses e será dividido em três parcelas de R$ 200,00 (duzentos reais).

COMPARTILHAR
Artigo anteriorAdolescente de 17 anos confessa à polícia que matou Tiago Riquieri a facadas na rodoviária de Castelo
Próximo artigoOportunidade │Samarco lança programa de estágio 2021
Elan Costa é jornalista sob o registro MTE 3512/ES, articulista, marqueteiro político e estudante de direito. Atuou na Gerência de Jornalismo e Relações Públicas da Prefeitura de Guarapari, trabalhou como Jornalista Correspondente do Jornal A Tribuna, no Noroeste do ES, foi coordenador de comunicação na Câmara Municipal de Santa Teresa, assessor de comunicação na Amunes - Associação dos Municípios do ES -, e assessor político em diversos órgãos. É marqueteiro político, tendo atuado na campanha eleitoral para prefeito, em 2016, para deputado estadual em 2018, e novamente para prefeito e vereadores, em 2020. É fundador e proprietário do Jornal Regionalidades.

Comentários no Facebook