Delegado Danilo Bahiense propõe criação de medalha destinada a profissionais que se destacam no combate à violência contra a mulherO deputado Delegado Danilo Bahiense (sem partido) protocolou o Projeto de Resolução (PR) 18/2021, que cria a Medalha Delegada Zoraydes Isabel Duboc com o objetivo de homenagear profissionais de segurança que se destacarem no combate à violência contra a mulher no Espírito Santo. Oficiais inativas e já falecidas também poderão ser homenageadas.

A homenagem será concedida anualmente a 30 profissionais indicadas pelos parlamentares, sempre no dia 18 de novembro, data em que foi criada a Lei 11.292/2021, que institui o Dia Estadual da Profissional de Segurança no Combate à Violência contra a Mulher. As indicações deverão ser feitas até 15 dias antes da sessão solene de entrega das medalhas.

Publicidade Publicidade

Para ser enquadrada no rol de homenageadas, a indicada deve ter, no mínimo, três anos de serviço público, reputação ilibada, não ter punição em processo administrativo ou condenação penal ou administrativa.

O colegiado de Segurança da Assembleia deverá verificar o cumprimento desses requisitos, sendo de dois dias o prazo para substituição de indicada que não atenda a todos os requisitos. O tempo será contado a partir da comunicação ao deputado responsável pela indicação.

De acordo com o autor da matéria, a iniciativa visa reconhecer e incentivar o trabalho de pessoas que combatem esse tipo de violência, tão recorrente no Estado. “Dados da Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp) apontam 102 mulheres assassinadas no Espírito Santo em 2020, o que representa um aumento de 12% em relação a 2019”, aponta Bahiense. Ele afirma que alguns casos não apontam a causa real da morte e que, por isso, esse número pode ser maior.

Carreira

Zoraydes Izabel Duboc nasceu em Juiz de Fora (MG) e foi a primeira mulher a se tornar delegada da Polícia Civil do Espírito Santo (PCES). Filha de militar, iniciou sua carreira em 1973 como escrivã. Em 1978 tornou-se delegada em Santa Leopoldina. Ela também atuou em delegacias de Linhares, Colatina, Alegre e Cachoeiro de Itapemirim e encerrou sua trajetória como titular da antiga Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes. Seus dois filhos seguiram carreira na segurança pública.

Tramitação

O PR vai tramitar pelas comissões de Justiça, Cidadania, Segurança e Finanças antes de ir para análise do Plenário.  

Comentários no Facebook