A Prefeitura de Cachoeiro de Itapemirim apresentou, em reunião intersecretarial, na manhã desta quarta-feira (10), o balanço do primeiro mês de funcionamento do Centro de Comando-Geral (CCG) para combater a Covid-19 no município. O encontro foi realizado no auditório da escola municipal Zilma Coelho Pinto.

O CCG é responsável por centralizar o trabalho multissetorial de enfrentamento à pandemia em Cachoeiro, que envolve, também, o Sistema de Comando Operacional (SCO) e o Centro de Operações de Emergência em Saúde (Coes). A primeira reunião foi realizada no dia 4 de maio, logo após a publicação de decreto do governo estadual, indicando a criação desses órgãos nas cidades com mais de 70 mil habitantes.

Publicidade Publicidade

As despesas com saúde pública, exclusivamente direcionadas à Covid-19, já chegaram a R$ 2,6 milhões, sendo que o município recebeu R$ 1,1 milhão em auxílio do governo federal. Somente com aquisição de oxigênio hospitalar, já foram gastos R$ 11.760 (nesse caso, incluindo, também, o uso para outros tipos de atendimento), um aumento de quase 160% – mais do que foi investido em todo o ano de 2019.

Entre as ações implementadas na área, estão a reorganização do atendimento nas unidades de saúde; campanha de vacinação contra influenza; realização do inquérito sorológico da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa); monitoramento epidemiológico; acompanhamento diário de pacientes com sintomas respiratórios e busca ativa de casos de Covid-19.

Os destaques, na parte de prevenção, incluem implantação de medidas restritivas de acordo com um novo mapa de risco do Estado; estabelecimento de barreiras sanitárias nas rodovias de acesso a Cachoeiro, com abordagem de mais de 20 mil pessoas, bem como ações sanitário-educativas nos dez distritos, na rodoviária e na Ceasa Sul; desinfecção de logradouros e pontos de ônibus; ações para coibir aglomerações nas filas dos bancos; controle do acesso ao transporte coletivo, mediante uso de máscaras; e distribuição de mais de 50 mil panfletos educativos.

O trabalho de fiscalização do cumprimento das medidas restritivas, que resultou em quase 5 mil vistorias a estabelecimentos, também foi aprimorado com a criação do Disk Aglomeração, que já recebeu mais de 2,6 mil denúncias. A central de atendimento contribui para mapear os locais que mais necessitam de ações do poder público e para direcionar o trabalho tanto da equipe de fiscalização, quanto da Guarda Civil Municipal (GCM).

Além disso, Cachoeiro passou a contar com uma nova página na internet destinada a divulgar informações atualizadas sobre a situação do município em relação à pandemia de Covid-19. Qualquer cidadão pode acessar os dados pelo endereço eletrônico www.cachoeiro.es.gov.br/covid19.

Social

Na área social, houve, até a última quinta-feira (4), a distribuição de 2.665 cestas básicas e 871 kits de higiene para as famílias que solicitaram auxílio. Houve, ainda, a criação da campanha “Carrinho Solidário”, uma mobilização junto aos supermercados da cidade para doação de itens direcionados ao Banco de Alimentos.

Também foram intensificadas as ações de abordagem a pessoas em situação de rua, que recebem atendimento no Espaço Vida – Centro Pop e são direcionadas a abrigos do município. Para potencializar essas ações, a prefeitura está recebendo repasses do governo federal.

Outra ação importante é a confecção de mais de 3 mil máscaras, que estão sendo distribuídas a servidores, munícipes e pessoas em situação de rua. As máscaras são produzidas na Casa de Costura da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Semdes), sendo que parte do material é fruto de doações.

Economia

Para enfrentar os impactos econômicos decorrentes da pandemia, a Sala do Empreendedor da Prefeitura de Cachoeiro tem servido de apoio a pequenas empresas e microempreendedores individuais da cidade. As solicitações relacionadas a microcrédito emergencial já alcançaram R$ 479 mil.

Há, também, um diálogo constante com representantes do setor produtivo a respeito das medidas restritivas implementadas, de forma a analisar os cenários e buscar soluções conjuntas, sempre levando em conta a prioridade de preservação da vida e da saúde da população.

Educação

Com a suspensão das aulas nas escolas, a Secretaria Municipal de Educação (Seme) tem trabalhado com conteúdos pedagógicos em teleaulas, que podem ser vistas em canais abertos de TV e acessadas por meio do Portal do Aluno. Somente no Portal do Aluno, foram realizados 192.743 acessos às atividades desde sexta-feira (6).

Os itens da merenda escolar, por sua vez, estão sendo usados em kits para as famílias de estudantes da rede municipal de ensino, inscritas no Programa Bolsa Família. Desde abril, já foram distribuídos mais de 12 mil kits de alimentos.

“Teremos muitos desafios em saúde pública até o fim deste ano, tanto pelos casos de Covid-19, quanto pela demanda relacionada aos outros atendimentos, que não diminuiu com a pandemia. Estamos trabalhando duro para superar os obstáculos e garantir atendimento de qualidade a toda a população”, afirma a secretária municipal de Saúde, Luciara Botelho.

“O enfrentamento à pandemia depende da coordenação de vários setores. Apesar da situação, do ponto de vista da doença, ser bastante difícil, estamos conseguindo cumprir com os nossos planejamentos”, destaca o coordenador do SCO, Ruy Guedes.

“Também temos tido notícias boas. Apesar do aumento de casos, o número de pessoas curadas também é muito grande. O poder público tem se esforçado ao máximo para cumprir o seu papel, mas sempre devemos destacar que o enfrentamento à pandemia é responsabilidade de todos”, completa o prefeito Victor Coelho.

Comentários no Facebook