O Hospital Litoral Sul, em Itapemirim, continua na iminência de ter a suspensão de determinados serviços. No entanto, uma reunião nesta quinta-feira (19) que teve a participação do prefeito Zé Lima (PDT) garantiu uma sobrevida quanto ao atendimento à população do litoral até o dia 10 de junho.

De acordo com o prefeito, o município de Itapemirim está aberto para parcerias que possam manter o funcionamento do Hospital na região. “Estamos fazendo um grande esforço para manter o hospital aberto visto que saúde é prioridade em nossa gestão”, disse Zé Lima.

Publicidade Publicidade

O Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim (Heci) também soma forças para viabilizar o funcionamento do Hospital Litoral Sul, do qual gerencia. A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), segundo o Heci, já acenou com a melhoria dos valores atualmente contratados.

“No entanto, ainda depende de acordos com as prefeituras da região litoral, haja vista que há necessidade de maior aporte de recursos para assegurar a plenitude de funcionamento sem necessidade do hospital continuar buscando novos complementos indefinidamente”.

O hospital aguarda a definição da eleição em Itapemirim para que tal questão possa ser solucionada ou não, bem como a posição das outras prefeituras.

“Entretanto, permanecendo a situação atual, será imprescindível a suspensão de determinados serviços. Observa-se, por fim, que a obrigatoriedade do financiamento do setor da saúde é das três esferas do Governo Federal, Estadual e Municipal e que não cabe ao Heci continuar acumulando déficit para manter o hospital em plena atividade”.

 

Reportagem: Leandro Moreira / Em Off Notícias

Comentários no Facebook