Os alunos da 2ª série do Ensino Médio puderam ver como a Eletroquímica está presente em seus cotidianos.

Na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) Álvaro Castelo, localizada em Brejetuba, as demonstrações práticas têm se tornado uma forma de consolidar e significar o conhecimento teórico da disciplina de Química, em relação ao conteúdo “Eletroquímica”. As experiências foram realizadas pelos alunos da 2ª série do Ensino Médio, utilizando materiais encontrados no dia a dia para as experiências.

Publicidade Publicidade

Limão, pilha, bateria de carro, bicabornato e até mesmo o próprio corpo foram usados nas apresentações feitas aos colegas do 9º ano do Ensino Fundamental. Para o professor responsável pela ação, Whydson Alexsandro Lopes, a prática buscou associar os conteúdos da Química com situações reais do cotidiano. “Usamos a aula prática experimental como forma de alcançar um aprendizado mais significativo, tendo como premissa nosso corpo como o maior laboratório móvel de Química, conseguimos aliar os conceitos de pilhas e geração espontânea de energia”, disse.

O aluno Mateus Vorpagel enfatizou a importância de aprender na prática: “A Química está tão presente na nossa vida em situações que nem nos damos conta, a realização das experiências tornou possível compreender fenômenos químicos em nossa volta, como em um simples limão ou uma corrente humana que gera e conduz energia”, relatou.

O pedagogo Leomar Soares Flores acompanhou as experiências e destacou a utilização de metodologias diferenciadas no ensino da Química. “A realização de práticas experimentais facilita o entendimento do aluno em relação à aplicação da Química no cotidiano, possibilitando o aprender fazendo, o que torna o conhecimento significativo e a aula inesquecível”, afirmou.

Texto: Soraia Camata

Comentários no Facebook