Ponte João dos Santos Filho interditada a partir desta terça-feira (14)

0
EMPÓRIO MARCENARIA
J. Regionalidades vc por dentro de tudo Publicidade Detran carnaval Publicidade Agência Solução
SESA Aedes Aegipty Publicidade CORONAVÍRUS - SESA Publicidade CAMPANHA VACINAÇÃO GRIPE Publicidade Publicidade Publicidade MAIO AMARELO 2020 Publicidade EMPATIA NO TRÂNSITO Publicidade EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO JULHO/2020 Publicidade DENGUE NOV/2020 Publicidade BEBIDA E DIREÇÃO DEZ2020 Publicidade

A ponte João dos Santos Filho, que liga os bairros Baiminas e Independência (em frente ao supermercado SempreTem), em Cachoeiro, será interditada a partir das 8h desta terça-feira (14). O motivo é a realização de obras para substituir os guarda-corpos de madeira por estruturas definitivas.

Os novos guarda-corpos serão de metalon, um material metálico leve e resistente. O trabalho será realizado por uma empresa contratada pela Secretaria Municipal de Obras (Semo), e a previsão é de que seja concluído até o fim da semana que vem.

Publicidade Publicidade

Afetada pela enchente de 25 de janeiro, a ponte João dos Santos Filho foi reaberta no dia 4 de março. Para isso, foi necessária a realização de vistoria e reparos, além da instalação dos guarda-corpos provisórios.

“Por segurança, tanto de pedestres quanto de veículos, a ponte terá que ser totalmente interditada para a realização desse importante serviço, que marca mais uma etapa alcançada no processo de revitalização da cidade após a maior enchente de sua história”, afirma o secretário municipal de Obras, Paulo Miranda.

Carim Tanure e ponte de pedestres

Em junho, foi feita a instalação de guarda-corpos definitivos na ponte Carim Tanure, que liga a avenida Pinheiro Júnior, no bairro Ibitiquara, à rua Sete de Setembro, no Centro, próximo à praça Jerônimo Monteiro.

Após a finalização do trabalho na ponte João dos Santos Filho, também serão colocados guarda-corpos definitivos na ponte de pedestres que serve de travessia entre a avenida Beira Rio, em frente à rua Pedro Dias (Guandu), e a rua Samuel Levy, no bairro Aquidaban.

Comentários no Facebook