Pecuarista de Presidente Kennedy apostou na melhora genética da criação por meio do Bandes

0
Foto: Divulgação
Recursos da linha de agronegócio do Fundesul Presidente Kennedy possibilitam dar dinamismo na economia do município

Para conquistar um bom desempenho no setor de pecuária de corte é fundamental que o empresário tenha visão crítica frente aos fatores que afetam o desempenho dos animais e o resultado econômico da atividade. O pecuarista Danilo Bizze apostou na melhora genética de sua pequena criação de bovinos para corte com recursos do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes).

O pecuarista contratou o financiamento via Fundo de Desenvolvimento Econômico do Sul do Espírito Santo (Fundesul) de Presidente Kennedy, destinado a apoiar projetos de negócios que resultem, direta ou indiretamente, em geração de emprego e renda no município. O Fundesul Presidente Kennedy é um mecanismo financeiro desenvolvido pela prefeitura local, com gestão financeira do Bandes.

Publicidade Publicidade

O pequeno pecuarista explica que há doze anos investe na atividade de pecuária de corte. O valor contratado foi destinado à aquisição de vinte vacas para melhora genética do rebanho. “O gado de melhor qualidade é mais valorizado na hora da venda”, explica Danilo que comercializa sua produção em frigoríferos na região sul.

Danilo explica ainda que o trabalho de criação de gado de corte tem que ser bem planejado, pois há a necessidade adequar constantemente a produção para a demanda. “Após separar o gado para o abate, ele fica cerca de 80 dias separado em tratamento, se alimentando com ração, para entrar no peso para o abate”, detalha o pecuarista.

Melhora na produtividade

Para o ganho de produtividade na criação é fundamental o planejamento que vise à produção a baixo custo e no longo prazo mostra-se importante. Diversos aspectos podem ser considerados para melhoria da produção, como o manejo, a qualidade da pastagem e a genética do rebanho.

Todos estes fatores são somados e interligados, já que pouco adiantará a um pecuarista aprimorar suas técnicas de manejo, se seus animais não têm potencial para responder a essa melhora do manejo com aumento da produção. O consultor do Fundesul Presidente Kennedy e engenheiro agrônomo Marlon Altoé Biazatti explica que o investimento contratado pelos produtores é fundamental para diversificação da produção.

“O melhoramento genético tem o objetivo de fazer com que os animais de um rebanho tenham, cada vez mais, características positivas de produção. O município de Presidente Kennedy possui destaque na pecuária leiteira, por isto o investimento em outras atividades do agronegócio e da agricultura familiar é fundamental para geração de renda para o homem do campo”, destaca Biazatti.

Comentários no Facebook