Partidos tem até o dia 21 para realizar convenções e definir candidatura em Castelo

0
Foto: Divulgação PMC

Partidos políticos têm até o próximo dia 21 para definirem seus candidatos para a eleição suplementar que deve ocorrer no próximo dia 27 de outubro, em Castelo, no Sul do Estado.

De acordo com informações do Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo (TRE-ES), as convenções deverão acontecer entre 16 a 21 deste mês, além disso poderão registrar candidatura os candidatos de partidos políticos que tenham registrado seu estatuto até seis meses antes do pleito e que ainda estejam registrados no Tribunal Superior Eleitoral, e tenham, até a data da convenção, órgão de direção constituído no município, devidamente anotado no TRE-ES.

Publicidade Publicidade

Além da candidatura do ex-prefeito Jair Ferraço (PSD), que foi confirmada recentemente durante reunião em São Paulo com o ex-ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, presidente nacional do PSD, quem também já está com a candidatura declarada é o advogado e assessor especial do deputado estadual e correligionário Adilson Espíndula (PTB), João Paulo Nali.

Ao site do Jornal Regionalidades o presidente estadual do PSDB, deputado Marcos Mansur, informou que o partido está avaliando três nomes e que o mesmo não abre mão de disputar a “cabeça de chapa”.

“O partido já tem uma decisão tomada, tanto nesta eleição suplementar quanto na eleição de 2020 que será definitiva, o partido decidiu que vai lançar a cabeça de chapa, já que o partido colaborou em outras três eleições em Castelo, alinhado com outros partidos para vim como vice. E chegou o momento que agora a gente precisa ser protagonista nessa história”, disse.

Em relação ao candidato do partido o tucano preferiu não revelar o nome até que o mesmo seja de fato definido, uma vez que este nome também está sendo ajustado com outros partidos aliados.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.