Organizadores querem que Shinzo Abe siga envolvido com Jogos de Tóquio

0
Shinzo Abe visita Casa do Japão durante a Rio 2016 21/08/2016 REUTERS/Bruno Kelly
EMPÓRIO MARCENARIA
J. Regionalidades vc por dentro de tudo Publicidade Detran carnaval Publicidade Agência Solução
SESA Aedes Aegipty Publicidade CORONAVÍRUS - SESA Publicidade CAMPANHA VACINAÇÃO GRIPE Publicidade Publicidade Publicidade MAIO AMARELO 2020 Publicidade EMPATIA NO TRÂNSITO Publicidade

Os organizadores dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 esperam que o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, continue envolvido nos preparativos para os Jogos do ano que vem, apesar de sua renúncia anunciada na última sexta-feira (28).

Abe era quase sinônimo de Tóquio 2020, fortemente envolvido na candidatura vencedora em 2013, chegando a se vestir como o personagem do videogame Mario durante a cerimônia de encerramento dos Jogos do Rio, três anos depois. Em março passado, ele anunciou que os Jogos seriam adiados para 23 de julho a 8 de agosto de 2021, por causa da pandemia do novo coronavírus (covid-19).

Publicidade Publicidade

“Abe foi muito ativo em nossa candidatura vencedora das Olimpíadas de Tóquio. Ele também tomou a difícil decisão de adiar os Jogos por um ano”, disse o diretor-executivo dos Jogos de Tóquio 2020, Toshiro Muto, à Reuters. “Seria muito encorajador para nós se ele pudesse continuar a nos orientar em nossos esforços para combater o novo coronavírus e sediar as Olimpíadas, mesmo depois que ele deixar o cargo.”

Os organizadores do evento têm dito que as Olimpíadas serão um símbolo da retomada mundial pós-pandemia.

“Acredito que superar isso e receber as Olimpíadas de Tóquio se tornaria um legado de Abe”, acrescentou Muto.

Comentários no Facebook