A Promotoria de Justiça de Nova Venécia é a mais nova unidade do Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES) a ter todos os procedimentos extrajudiciais físicos convertidos em autos eletrônicos. A medida trouxe mais efetividade, facilidade e segurança para a atividade ministerial, sobretudo durante a atual pandemia do novo coronavírus. A tramitação dos procedimentos de forma 100% digital reduz a possível transmissão da Covid-19 no manuseio de autos em papel.

Essa evolução foi possível por conta dos novos recursos disponíveis no Sistema de Gestão de Autos do Ministério Público Estadual (Gampes) e ao esforço de membros, servidores e colaboradores que atuam na Promotoria de Justiça de Nova Venécia. A conversão está em sintonia com as diretrizes evolutivas da Procuradoria-Geral de Justiça, de modo a permitir mais celeridade e transparência no trabalho da instituição.

Publicidade Publicidade

O promotor de Justiça em Nova Venécia Lélio Marcarini ressaltou com satisfação o resultado. “Foi um trabalho intenso da equipe, mas gratificante. Em um curto prazo, experimentamos ganhos exponenciais: agilidade na tramitação, celeridade na remessa de ofícios e nas respostas. O sistema nos permite acompanhar o procedimento em tempo real. Estamos certos de que essa nova ferramenta nos levará a outra dinâmica de trabalho na busca da eficiência e densa legitimação social. Agradeço muito à equipe que não mediu esforços para concretização dessa etapa”, avaliou.

As Promotorias de Justiça de Ibiraçu, Santa Leopoldina, João Neiva e Rio Novo do Sul também já finalizaram a conversão dos procedimentos extrajudiciais físicos em autos eletrônicos.

Comentários no Facebook