A procuradora-geral de Justiça do Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), Luciana Andrade, participou na terça-feira (23/06) de uma reunião virtual promovida pela Associação dos Municípios do Espírito Santo (Amunes) para explicar e convocar os prefeitos a aderirem ao Pacto pela Vida, mediado pelo MPES e que busca o engajamento dos cidadãos à prevenção e ao combate da Covid-19. Uma audiência pública virtual será realizada na sexta-feira (26/06), a partir das 9h30, para discutir, debater e encaminhar medidas eficazes e eficientes que evitem a proliferação da doença entre os capixabas.

O presidente da Amunes, prefeito Gilson Daniel, abriu a reunião virtual, que contou com a participação de mais de 280 pessoas, entre prefeitos e secretários municipais, e passou a palavra para a procuradora-geral de Justiça.

Publicidade Publicidade

“O Ministério Público é muito conhecido pela atuação repressiva, fiscalizatória, que propõe ação em face do município, em defesa dos direitos dos cidadãos capixabas. Mas o Ministério Público tem fortalecido cada vez mais o seu papel de diálogo, de engajamento entre os atores da nossa sociedade. E é isso que estamos propondo: o Pacto pela Vida. Precisamos envolver a população nessa causa, pois muitos ainda não acreditam na gravidade da doença. Temos que fazer um movimento que contagie mais pessoas. Ter hoje um leito de UTI, não é certeza de que a pessoa estará salva da doença e sairá com vida do hospital. Precisamos engajar a coletividade para adoção de medidas simples, que é o uso de máscara, a higienização das mãos e o isolamento social”, explicou.

Apesar de compreender que o cidadão está cansado do isolamento social e que muitos precisam sair para trabalhar, para manter o sustento da família, a procuradora-geral de Justiça reforçou que o momento é preocupante diante do aumento do número de casos confirmados de pessoas contaminadas pelo novo coronavírus no Estado e do crescimento do índice de ocupação de leitos hospitalares. “O Pacto pela Vida conclama para uma reflexão popular que contagie as pessoas para que elas voltem a aumentar o nível de isolamento social, para que se possa prevenir o colapso do sistema de saúde”.

A chefe do MPES pediu a adesão das lideranças políticas à mobilização e reforçou o convite para que participem da audiência pública de sexta-feira (26), que será realizada pela plataforma Teams. O debate terá a mediação do secretário-geral do MPES, promotor de Justiça Francisco Martínez Berdeal, que também participou da reunião promovida pela Amunes.

O presidente da Amunes é uma das lideranças políticas que confirmaram presença na audiência pública virtual.

Audiência Pública Virtual

Pacto pela Vida

Dia: 26 de junho (sexta)

Horário: a partir das 9h30, com uma recepção virtual aos participantes. A audiência será às 10 horas.

Endereço: Plataforma Teams – QR Code – link: encurtador.com.br/cmKMS

Comentários no Facebook