Desde 16 de abril, o Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio do Centro de Apoio Cível e de Defesa da Cidadania (CACC), acompanha semanalmente casos de pessoas contaminadas com a Covid-19 nas Instituições de Longa Permanência de Idosos (ILPIs). Em entrevista ao Bom Dia ES, da TV Gazeta, na quarta-feira (22/07), a promotora de Justiça Elaine Costa de Lima, dirigente do CACC, explicou como é a fiscalização e o monitoramento desses locais.

Destacou que o acompanhamento ajuda a resguardar a saúde das pessoas idosas e ressaltou a importância das parcerias entre as ILPIs e os municípios e o Estado para o controle da doença. Explicou ainda como o MPES procede após tomar conhecimento de casos suspeitos ou confirmados nas instituições.

Publicidade Publicidade

“Existem protocolos de cuidados que devem ser feitos para o isolamento de idosos, inclusive em área externa às instituições, como em alguns municípios que têm contratado hotéis para fazer esse tipo de isolamento”, salientou a dirigente.

Confira a entrevista: https://youtu.be/iFi0hk-oHhE

Comentários no Facebook