O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio do Centro de Apoio Operacional de Implementação das Políticas de Saúde (Caops), está promovendo reuniões virtuais com os promotores de Justiça com atribuição na área da Saúde e representantes da Subsecretaria de Estado da Assistência em Saúde; da Subsecretaria de Estado de Regulação, Controle e Avaliação em Saúde; da Superintendência Regional de Saúde; e da direção dos hospitais. O objetivo é debater o funcionamento dos hospitais de referência no tratamento da Covid-19. A primeira reunião foi com a Região Metropolitana, no dia 05/06. Na segunda-feira (08/06), o encontro virtual foi com as Promotorias de Justiça da Região Sul. Na terça-feira (09/06), o debate será com os promotores de Justiça da Região Norte e Central, às 16 horas.

A dirigente do Caops e coordenadora do Gabinete de Acompanhamento da Pandemia do Novo Coronavírus (GAP-Covid-19), promotora de Justiça Inês Thomé Poldi Taddei, ressaltou a importância dos encontros. “É de extrema importância essa aproximação do MPES com os hospitais de referência para Covid-19, para que tenhamos conhecimento das dificuldades que eles estão tendo no enfrentamento à pandemia”, informou.

Publicidade Publicidade

Entre os pontos da pauta estão o quantitativo de leitos criados e reestruturados; a possibilidade de novos leitos; a ocupação dos leitos, os municípios com mais pacientes internados e as dificuldades que os hospitais estão encontrando; equipes médicas; equipamentos de proteção; medicamentos (se está havendo desabastecimento); comissão de controle de infecção hospitalar; remoção de pacientes; e Núcleo Interno de Regulação (NIR), que realiza o monitoramento do paciente, a partir do ingresso no hospital, sua movimentação interna e externa até a alta hospitalar.

Comentários no Facebook