source
O magistrado disse que o pedido já foi encaminhado à Corte
Superior Tribunal de Justiça STJ

O magistrado disse que o pedido já foi encaminhado à Corte

Nesta terça-feira (02), o ministro do Supremo Tribunal de Justiça ( STJ )Nefi Cordeiro  anunciou que vai se aposentar. Durante sessão da Sexta Turma da Corte, por videoconferência, o ministro, de 57 anos, disse que tomou a decisão após passar por “sustos de saúde”. 

Publicidade Publicidade

“A vida nos leva a contínuos momentos de repensar. Refleti muito e decidi requerer a minha aposentadoria”, afirmou Nefi Cordeiro logo no início da sessão. Os colegas da 6ª Turma ficaram surpresos com o anúncio do ministro, segundo o portal Brasil 247 .

Cordeiro não aprofundou publicamente as razões que o levaram a tomar a decisão, mas disse que foi repentino. “Pensei muito. E resolvi que esse seria o momento, até por sustos de saúde. Vou ficar com a família, vou tomar outro caminho. Agradeço aos colegas”, declarou. De acordo com o portal, aos amigos, Cordeiro disse que outro motivo é cuidar do pai. “Após sucessivas intercorrências médicas e novos eventos, repensei os caminhos. Está tudo bem”, disse à ConJur.

A aposentadoria do ministro abre nova vaga no STJ, que poderá ser preenchida por indicados do presidente Jair Bolsonaro  (sem partido). Cordeiro ocupa a cota de indicações que vêm da Justiça Federal, ele foi nomeado ao STJ em 2014 pela presidente Dilma Rousseff.

Ainda conforme o portal, o ministro poderia permanecer no STJ por mais 18 anos até a aposentadoria compulsória, que seria aos 75 anos de idade, em 18 de outubro de 2038. 

Comentários no Facebook