EMPÓRIO MARCENARIA
J. Regionalidades vc por dentro de tudo Publicidade Detran carnaval Publicidade Agência Solução
SESA Aedes Aegipty Publicidade CORONAVÍRUS - SESA Publicidade

Cerca de 3.000 manifestantes de muitos municípios do estado, se concentraram neste domingo (15) na Praça do Papa, em Vitória, após atravessarem a 3ª ponte.

A população assim chamados de patriotas em apoio ao presidente Jair Bolsonaro foram às  ruas pedir respeito ao povo e ao presidente do Brasil. A tônica foram o hino soldado, o hino nacional e as palavras de ordem e vaias contra o Congresso Nacional e o Supremo Tribunal Federal (STF). Receberam vaias durante todo o percurso Rodrigo Maia, o senador Contarato, O STF e o governador Casagrande que recebeu vaias de “Fora Casagrande”  A manifestação contou com cinco carros de som, além das vaias o refrão: “Nossa bandeira nunca será vermelha”. A Terceira Ponte ficou fechada nos dois sentidos e liberada às 18 horas.

Publicidade Publicidade

Rômulo Lacerda, do movimento Ação Brasil, disse que apesar da recomendação do presidente Bolsonaro para que os apoiadores suspendesse  o ato, o grupo decidiu manter a manifestação por ser um movimento popular. Afirmou ainda que os manifestantes entendem que o risco de pegar coronavírus em uma manifestação em ambiente aberto é menor do que em uma escola, no transporte público ou em barzinhos e boates.

Outros  grupos como Movimento Ação Brasil, Direita Vila Velha, Mulheres de Direita e Direita Espírito Santo encorparam o evento.

O engenheiro Marcos Mubarak disse que o país vive à beira de um golpe e a população têm que fazer alguma coisa. “Não podemos permitir que zombem de nós e continuem a chantagear o executivo brasileiro, queremos respeito ou fechamento do Congresso” desabafou.

A manifestação contou com o apoio dos deputados estaduais Capitão Assumção, Torino Marques e Danilo Baihense.

Reportagem: Evandro Seixas

Comentários no Facebook