A vice-governadora do Estado, Jacqueline Moraes, participou na noite dessa quinta-feira (06), do webinário semanal “Fala Capixaba”, realizado em suas redes sociais. O tema abordado foi empoderamento de meninas, por meio do projeto Ativa 027. A iniciativa foi lançada no Estado pelo Fundo de Emergência Internacional das Nações Unidas para a Infância (Unicef), em parceria técnica com o Centro de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável (Cieds) e o programa Agenda Mulher, da Vice- Governadoria do Estado.

Participaram do encontro a coordenadora do Território Sudeste do Unicef, Luciana Phebo;  coordenadora do projeto Ativa 027, Vivian Cunha; e a líder do projeto Ativa 027, no Espírito Santo, Loren de Souza Chagas. O projeto oferece formação a meninas negras, buscando o desenvolvimento de competências técnicas, além de promover o empoderamento feminino, por meio de temas centrais nas atividades de formação. A iniciativa tem a parceria do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Direitos Humanos (SEDH), e outros parceiros comunitários.

Publicidade Publicidade

Por mais de uma hora, as convidadas falaram sobre o trabalho que vem sendo realizado e  apresentaram as ações de proteção, além de responderem às perguntas da vice-governadora. O evento mostrou a realidade enfrentada por jovens e adolescentes que vivem em áreas de vulnerabilidade social –  violência, falta de oportunidades etc.

Entre os pontos debatidos estiveram a importância de investir no empoderamento de meninas negras, em especial; como a vida dos adolescentes e jovens está sendo afetada pela pandemia; o que é preciso saber sobre saúde mental na adolescência; e a importância de espaços de participação para adolescentes e jovens na sociedade.

Jaqueline Moraes encerrou o evento com considerações acerca do Programa Agenda Mulher, coordenado pela Vice-Governadoria do Estado.  “Em quase todo o mundo, as mulheres são o coração das comunidades. E já está mais do que provado que quando se investe em mulheres, isso retorna em dobro para as famílias, para as comunidades e para toda a sociedade.  Por isso, o Agenda Mulher acredita na ideia de que quanto mais mulheres entrarem para o mercado de trabalho e atuarem sem diferenciação com os homens, mais as economias irão crescer”, afirmou.

Já a coordenadora do Unicef no Sudeste, reforçou a importância de Governo e sociedade olharem para as meninas, que crescem impactadas pelas desigualdades de gênero e de raça. “Nosso objetivo é fortalecer habilidades e propor ideias de mudança nos territórios mais vulneráveis, empoderando meninas e mulheres na busca por mudanças”, frisou Luciana Phebo.

Ativa 027

O Ativa 027 é um projeto para adolescentes, com ênfase no empoderamento de meninas, saúde mental e nutrição e debate nos temas: equidade e diversidade de gênero, identidade étnica e racial, saúde mental em tempos de pandemia, amamentação e alimentação saudável na primeira infância. Para participar do projeto no Espirito Santo, acesse as redes sociais do Cieds (@CIEDS e @ciedsbrasil).

Comentários no Facebook