Continuam abertas as inscrições para o primeiro Hackathon Cibercidadão, promovido pelo Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Espírito Santo (Prodest), por meio do Laboratório de Inovação (Lino). Os interessados podem se inscrever pelo site www.cibercidadao.prodest.es.gov.br.

Realizada de maneira totalmente on-line, a iniciativa faz parte do Programa Cibercidadão, lançado pela autarquia em 2021. As inscrições podem ser feitas em duas categorias (estudante e independente). Na primeira, podem participar os que estão matriculados em cursos técnicos ou de graduação da área de Tecnologia da Informação (TI), com reconhecimento do Ministério da Educação.

Publicidade Publicidade

Na categoria independente, podem se inscrever os que apresentam conhecimento no setor de TI independentemente de vínculo com instituição de ensino. Nesse caso, enquadram-se os autodidatas, alunos com pós-graduação, profissionais de Tecnologia da Informação e pessoas interessadas em TI.

Podem ser feitas apenas inscrições por grupo, que deverá ter de três a cinco componentes, sendo que apenas um membro pode estar relacionado com a categoria independente.

Todos os componentes dos três grupos mais bem classificados vão receber um tablet. Os que participarem do Hackathon Cibercidadão vão receber um certificado para comprovar a presença no evento.  

Formato

Marcado para os dias 22 a 24 de outubro, o evento terá 48 horas de duração, sendo realizado no formato on-line pelas plataformas Youtube e Discord. Os trabalhos serão avaliados pela comissão julgadora, considerando os critérios de originalidade, design, solubilidade (capacidade de resolver uma demanda focal), viabilidade e pitch (apresentação rápida).

A coordenadora do Programa Cibercidadão, Camila Zacche de Aguiar, afirmou que o hackathon é uma oportunidade para estudantes e pessoas ligadas ao setor de TI contribuírem com o desenvolvimento de soluções potenciais, voltadas para melhorar a Administração Pública, a partir de ideais enviadas pelos cidadãos.

Na avaliação do presidente do Prodest, Tasso Lugon, o evento tem como um dos principais objetivos fortalecer as ações do Programa Cibercidadão. “Esse é o primeiro de uma série de hackathons que vamos promover para a população ter uma participação mais efetiva e colaborativa com o setor público”, destacou.

Comentários no Facebook