Indicação de Majeski reforça incentivos para manutenção de reservas florestais

0
Foto: Semana/Iema

Os deputados estaduais aprovaram a Indicação 2478/2019 do deputado Sergio Majeski (PSB), ao Governo do Estado, para a aplicação do decreto que cria o Programa Estadual de Apoio e Incentivo às Reservas Particulares do Patrimônio Natural (RPPN).

Editado em 2013, o Decreto 3384-R ainda não foi posto em prática para fortalecer a manutenção e o desenvolvimento das 57 RPPNs existentes em 22 municípios capixabas, que somadas mantêm 6.256,18 hectares de área protegida.

Publicidade Publicidade

“A aplicação do decreto voltado aos incentivos por parte do governo estadual promoverá o empenho à proteção da fauna e da flora e a preservação dos recursos hídricos, contribuindo assim para a melhoria das condições ambientais no Espírito Santo”, destaca Majeski.

Pelo decreto, os proprietários, sua equipe de trabalho e responsáveis legais de RPPNs nos órgãos públicos terão apoio material, técnico e financeiro para a criação e implementação destas unidades de conservação, com o texto estabelecendo 22 propostas e objetivos de procedimentos para o incentivo, reconhecimento e consolidação das áreas.

A RPPN

A Reserva Particular do Patrimônio Natural é uma unidade de conservação de proteção integral e de domínio privado, reconhecida de utilidade pública pelo governo estadual, que objetiva conservar a diversidade biológica, proteger os recursos hídricos, o manejo de recursos naturais, o desenvolvimento de pesquisas cientificas, a manutenção de equilíbrios climáticos e ecológicos, entre vários outros serviços ambientais.

Os espaços permitem ainda a realização de atividades recreativas, turísticas, de educação e pesquisa, desde que autorizadas pelo órgão ambiental responsável pelo seu reconhecimento.

No Espírito Santo, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), o Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema) e o Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf) são os órgãos responsáveis pelo reconhecimento das 57 RPPNs existentes.

A localização, o tamanho e o ano de criação das unidades estão disponíveis no site do Iema (https://iema.es.gov.br/reserva-particular-do-patrimonio-natural/localizacao).

Comentários no Facebook