A ação de imunização contra a Covid-19 que aconteceu ontem (04), em Castelo, município no Sul do Espírito Santo, para idosos com 65 anos ou mais, bateu recorde por tempo estimado na aplicação de doses.

A imunização estava prevista para iniciar às 08 da manhã, às 09h15min cerca de 1.300 doses já haviam sido aplicadas segundo os dados da prefeitura de Castelo. Ao todo foram disponibilizadas 1.850 doses.

Publicidade Publicidade

Prevista para encerrar as 18 horas, o prefeito de Castelo, João Paulo Nali (PTB), informou a redação do Jornal Regionalidades que a aplicação de doses foi encerrada por volta das 12:30 horas já que não havia mais a movimentação de pessoas no local. O prefeito também classificou a ação como positiva. “A ação foi muito positiva e superou as expectativas com o comparecimento e imunização de muitos castelenses. O agendamento de todos acaba demandando um tempo grande em um momento em que um dia fará a diferença para salvar vidas”, pontuou.

A expectativa é que na próxima semana sejam vacinadas pessoas com idade acima de 60 anos.

Perdi a ação e não consegui me vacinar: o que fazer?

Quem não conseguiu comparecer na ação realizada nesse domingo (04), no Castelão, em Castelo, para receber a primeira dose da imunização contra Covid-19 não precisa se preocupar.

De acordo com o prefeito de Castelo, João Paulo Nali (PTB), a partir de agora, durante a semana, serão realizadas as vacinações das pessoas agendadas que por problemas de saúde não puderam comparecer ao Castelão. “Todos que tiverem o interesse poderão, através do representante, entrar em contato com o Agente Comunitário e ou Unidade de Saúde mais próxima da sua residência para realizar o agendamento para receber a dose da vacina contra o novo coronavirus”, disse.

Outra novidade é que quem não conseguiu comparecer nas ações promovidas até o momento também poderão participar das próximas ações a serem realizadas.

Doses em maior quantidade

Segundo João Paulo Nali a partir de agora as o município receberá novas doses em quantidades maiores. O prefeito destacou ainda a importância da agilidade na aplicação das mesmas.

“Precisamos imunizar de forma segura o mais rápido possível. Por isso, a capacidade de organização para vacinações desse porte serão fundamentais para as próximas semanas”, concluiu.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorVale (VALE3) afirma que MPF arquivou acusações de Steinmetz sobre projeto de Simandou
Próximo artigoPrefeito de santa Teresa dá sinal verde para compra de vacinas
Elan Costa
Elan Costa é jornalista sob o registro MTE 3512/ES, articulista, marqueteiro político e estudante de direito. Atuou na Gerência de Jornalismo e Relações Públicas da Prefeitura de Guarapari, trabalhou como Jornalista Correspondente do Jornal A Tribuna, no Noroeste do ES, foi coordenador de comunicação na Câmara Municipal de Santa Teresa, assessor de comunicação na Amunes - Associação dos Municípios do ES -, e assessor político em diversos órgãos. É marqueteiro político, tendo atuado na campanha eleitoral para prefeito, em 2016, para deputado estadual em 2018, e novamente para prefeito e vereadores, em 2020. É fundador e proprietário do Jornal Regionalidades.

Comentários no Facebook