Idaf entrega licença de instalação da Barragem dos Imigrantes para Cesan

0
EMPÓRIO MARCENARIA
J. Regionalidades vc por dentro de tudo Publicidade Detran carnaval Publicidade Agência Solução
SESA Aedes Aegipty Publicidade CORONAVÍRUS - SESA Publicidade CAMPANHA VACINAÇÃO GRIPE Publicidade Publicidade Publicidade

A Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan) recebeu do Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf) a licença de instalação autorizando o início das obras da Barragem dos Imigrantes. Com um investimento superior a R$ 96 milhões e capacidade de armazenamento de 23 bilhões de litros de água, volume que daria para encher 9.200 piscinas olímpicas, este é o maior projeto voltado para a segurança hídrica do Espírito Santo.

Localizada na região conhecida como Vista Linda, entre os municípios de Domingos Martins e Viana, a barragem será de 50 metros, capaz de abastecer mais de 1,2 milhão de moradores dos municípios de Cariacica, Vila Velha e Vitória. O projeto tem uma concepção sustentável visando a reduzir os impactos sociais e ambientais. O prazo total de execução da obra é de cinco anos e seis meses.

Publicidade Publicidade

Para o diretor-presidente da Cesan, Carlos Aurélio Linhalis (Cael), tirar do papel esse projeto é muito representativo. “O barramento de água nos oferece uma segurança a mais. Esse empreendimento vai nos colocar à frente de possíveis crises hídricas. O momento é muito desafiador com a pandemia do Covid-19, mas estamos empenhados em dar esse largo passo, pois sabemos da relevância que esse equipamento terá num cenário de extrema estiagem, como aconteceu em 2015. Até hoje o nosso Estado vive as consequências da grave seca que desencadeou a escassez de água”, afirmou.

O diretor-presidente do Idaf, Mário Louzada, ressaltou a importância da licença emitida pelo órgão. “Estamos entregando uma licença de uma barragem grande, com capacidade de armazenamento de 23 bilhões de litros de água, que será muito importante para garantir o abastecimento da Grande Vitória, mesmo em períodos de estiagem”, disse.

Comentários no Facebook