Governo do Estado vai abrir sondagens de mercado nas áreas de esporte e sustentabilidade

0

O Governo do Estado vai abrir mais duas sondagens de mercado dentro do Programa de Concessões e Parcerias do Espírito Santo. Uma delas é para a utilização do estádio Kleber José de Andrade, principal e maior palco esportivo do Estado, localizado em Cariacica, e a outra é voltada a buscar empresas para construção, operação, manutenção e gestão de miniusinas solares para atendimento da demanda de energia dos órgãos públicos estaduais.

O anúncio da inclusão dos projetos na carteira do Programa foi feito pelo governador Renato Casagrande durante o “Seminário PPPs e Concessões: oportunidades de negócios e casos de sucesso”, do Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado do Espírito Santo (Sinduscon), que acontece nesta terça-feira (3).

Publicidade Publicidade

De acordo com Casagrande, a administração tomou a decisão de construir uma carteira organizada e robusta de projetos, dando oportunidades para empresas investirem no Espírito Santo. “Um Estado como o nosso, com Nota A [em gestão fiscal], tem alternativas para buscar investimentos. Vamos buscar ampliar essas parcerias, com qualidade e eficiência. Estamos construindo, na prática, o caminho para demostrar nosso interesse, com o Programa de Parcerias, em ampliar nossa competitividade”, afirmou.

O governador explicou que o setor privado pode propor de forma transparente no Portal aquilo que deseja fazer. Segundo ele, a iniciativa traz resultados: “Queremos produzir energia para os órgãos do Governo do Estado. O Kleber Andrade pode ter mais utilidades, desde que respeite o calendário do nosso futebol. Estamos tratando deste assunto como mais uma oportunidade de ampliar os investimentos em infraestrutura. Com um Estado forte, que possa controlar a qualidade desses serviços”, disse.

O diretor-presidente do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes), Maurício Cézar Duque, foi um dos palestrantes do seminário. Ele apresentou aos associados do Sinduscon um panorama do Programa de Concessões e Parcerias e as perspectivas dos projetos atuais e novas oportunidades de investimento.  “Promover o desenvolvimento e modernização dos diferentes segmentos econômicos capixabas é um dos focos do Bandes. Para isto, a instituição tem procurado as entidades representativas para apresentar sua carteira de produtos e serviços”, enfatizou.

De acordo com o secretário de Estado da Fazenda, Rogelio Pegoretti, o programa traz vantagens a todos os envolvidos, pois tem como missão a promoção do desenvolvimento econômico, social e ambiental capixaba, fomentando eficiência no emprego dos recursos da sociedade e um ambiente de negócio favorável ao empreendedorismo.

“Para aumentar nossas entregas para a população, com maior produtividade e competitividade das obras e serviços públicos, o Bandes e a Secretaria de Estado da Fazenda se reuniram em parceria para a idealização do Programa. Nosso objetivo é dar mais eficiência e transparência às iniciativas de concessões e parcerias do Espírito Santo”, reforçou.

Kleber Andrade

Reinaugurado em 2014 e com capacidade para receber até 19,8 mil pessoas, o estádio já foi palco de jogos de diversos torneios estaduais, nacionais e internacionais, como a Seleção Brasileira Pré-Olímpica, além de ter recebido o show do ex-Beatle Paul McCartney, em 2014. Melhorar ainda mais a estrutura do estádio e torná-lo um palco de grandes eventos, esportivos e culturais, do Estado é um dos principais objetivos da Secretaria de Estado de Esportes e Lazer (Sesport), como explica o secretário Júnior Abreu:

“Todos os investimentos que estamos fazendo no Kleber Andrade são fundamentais para que o estádio possa competir em pé de igualdade com arenas de outros estados na captação de jogos e shows, além de oferecer aos capixabas um espaço digno de valorização do nosso esporte. O governador Renato Casagrande tem tratado o esporte e as intervenções como prioridade e a escolha do Espírito Santo e, consequentemente, do Kleber Andrade, para a Copa do Mundo sub-17 são provas disso”. 

Além das intervenções já autorizadas, a Sesport ainda deve encaminhar a contratação de outros itens para o estádio em breve. A previsão é que a Secretaria autorize, nos próximos meses, recursos para contratação de sistema de videomonitoramento com reconhecimento facial, catraca e placar eletrônico, e painéis para captação de energia solar.

Usinas solares

Com as usinas solares, o Governo pretende, além de promover a diversificação da matriz energética do Estado, reduzir o custeio com energia nos órgãos públicos e incentivar a autossuficiência energética. Somente no acumulado dos últimos 12 meses, o Estado gastou cerca de R$ 57 milhões com este item de despesa.

As propostas deverão apresentar a quantidade de usinas a serem construídas, bem como a capacidade individual e total de geração de energia. Deve prever ainda a possibilidade de obtenção de receitas acessórias, a reversibilidade dos bens ao final do prazo de concessão, a geração de emprego e renda e a sustentabilidade ambiental. 

“Quando aliamos eficiência e expertise da iniciativa privada na busca conjunta de soluções para a sociedade, todos ganhamos: Governo, mercado, meio ambiente e população”, pontuou a secretária de Estado de Gestão e Recursos Humanos, Lenise Loureiro.

Concessões e Parcerias

O Programa de Concessões tem objetivo de aumentar as entregas para a população de investimentos em infraestrutura (como estradas, portos e saneamento), com maior produtividade e competitividade das obras e serviços públicos. A empresa privada parceria, ao assumir as atividades de planejamento, construção, operação e manutenção desses bens públicos e os riscos, é remunerada mediante cobrança de tarifas pagas pelos usuários ou pelo Governo, conforme modelo adotado. 

O programa tem dado ainda mais transparência e celeridade às fases de chamamento público, análise e contratação das empresas, projeto, construção, financiamento, operação e manutenção do objeto da Concessão ou Parceria. A atual carteira de projetos do Estado conta com propostas de implementação de parcerias com o setor privado nas áreas de Segurança Pública, Turismo, Desenvolvimento Regional, Saneamento e Segurança Ambiental. Os projetos estão dimensionados geograficamente em todos os municípios que compõem o Estado do Espírito Santo.  

Sondagem de mercado

A Sondagem de Mercado é uma prática adotada pelo Programa para institucionalizar o diálogo entre o poder público e o parceiro privado. Basicamente, é uma convocação da Administração Pública para que apareçam candidatos dispostos a desenvolver projetos, estudos, levantamentos e investigações, contemplando os interesses da Administração para colocar em prática sua carteira de projetos.

Esta é uma etapa voltada para os operadores, investidores, financiadores e outros interessados qualificados na construção de projetos de concessões e parcerias público-privadas. As reuniões são feitas de forma individual e com foco nos principais riscos, barreiras à entrada, pontos críticos ao financiamento, restrições regulatórias, inovações ou alternativas técnicas.

Empresas interessadas em agendar uma reunião de apresentação do Programa podem entrar em contato pelo telefone 3347-5185. Já as que têm interesse em algum dos projetos em fase de sondagem ou que desejem apresentar novas oportunidades, podem fazer o agendamento diretamente pelo portal Parcerias ES (www.parcerias.es.gov.br). 

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.