Governo do Estado cria Grupos de Trabalho para discutir ações voltadas à população negra

0
EMPÓRIO MARCENARIA
J. Regionalidades vc por dentro de tudo Publicidade Detran carnaval Publicidade Agência Solução
SESA Aedes Aegipty Publicidade CORONAVÍRUS - SESA Publicidade CAMPANHA VACINAÇÃO GRIPE Publicidade Publicidade Publicidade MAIO AMARELO 2020 Publicidade EMPATIA NO TRÂNSITO Publicidade EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO JULHO/2020 Publicidade DENGUE NOV/2020 Publicidade BEBIDA E DIREÇÃO DEZ2020 Publicidade

A criação de três Grupos de Trabalho (GTs), formados por equipes do Governo do Estado e integrantes da Unidade Negra Capixaba de Combate ao novo Coronavírus (Covid-19), foi publicada pela Secretaria de Direitos Humanos (SEDH), por meio de portaria no Diário Oficial do Espírito Santo nesta sexta-feira (3). A publicação de mais dois GTs também ocorrerá em breve.

Os grupos têm por finalidade estudar o documento entregue pela Unidade Negra ao Governo e trabalhar em cima das reivindicações contidas nele, todas voltadas para a população negra neste contexto da pandemia da Covid-19. A secretária de Estado de Direitos Humanos, Nara Borgo, explicou que a proposta de criação dos grupos de trabalho foi feita à Unidade Negra no dia em que o Governo recebeu as reivindicações.

Publicidade Publicidade

“É importante trabalhar os temas trazidos pela Unidade Negra Capixaba junto com integrantes do coletivo, pois assim podemos discutir diretamente com quem trouxe as propostas até o Governo. Esperamos avançar ainda mais no trabalho e na garantia de direitos da população negra”, explicou a secretária Nara Borgo.

Foram publicados os GTs ligados às áreas de Educação, Assistência Social e Saúde. Em todos eles há dois representantes titulares e um suplente da Unidade Negra, e também uma representante da SEDH, a gerente de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Edineia da Conceição de Oliveira.

“É de extrema importância a nossa participação em todos os grupos de trabalho, pois a população negra sempre foi pauta da nossa gerência. Vamos debater as pautas voltadas para a população negra de diversas formas: desde as voltadas para juventude até para os povos de religiões de matriz africana”, explicou a secretária.

As reuniões dos grupos ainda serão agendadas, mas a ideia é que comecem a ocorrer na próxima semana.

Comentários no Facebook