Para ampliar sua capacidade de executar programas e projetos estratégicos e entregar resultados à sociedade capixaba, o Governo do Espírito Santo instituiu, nesta quinta-feira (31), por meio de decreto publicado no Diário Oficial (DIO), o Programa de Gestão para Resultados Realiza+.

Compete à Secretaria de Estado de Economia e Planejamento (SEP), por meio da Subsecretaria de Estado de Planejamento e Projetos (Subepp), a coordenação executiva do Realiza+, que abrange todos os órgãos da administração pública estadual. O Realiza+ gerencia e monitora as ações estratégicas da administração estadual, por meio de programas e projetos oriundos do Planejamento Estratégico elaborado para os quatro anos de gestão do Governo do Estado.

Publicidade Publicidade

Escritório de Projetos

É na Subepp que está localizado o Escritório Central de Projetos do Governo do Estado do Espírito Santo (PMO-ES), responsável por padronizar processos de governança e a realizar a gestão de projetos no Governo do Estado, além de oferecer orientações, métodos e ferramentas para os gerentes de programas e projetos.

Conforme estabelece o decreto do Realiza+, compete à Subepp coordenar o processo de planejamento estratégico do Governo do Estado do Espírito Santo; realizar o gerenciamento intensivo dos Programas e Projetos Estratégicos do Governo Estadual, garantindo a unidade metodológica das ações de gerenciamento de projetos; difundir a cultura de gerenciamento de Programas e Projetos Estratégicos visando à efetividade na destinação dos recursos públicos; monitorar as entregas que não fazem parte do escopo de Programas e Projetos Estratégicos; avaliar o desempenho da Carteira de Programas e Projetos Estratégicos e monitoramento dos riscos sistêmicos; realizar o monitoramento dos Indicadores Estratégicos do Governo Estadual.

E também: apoiar a execução das estratégias e a integração das políticas, programas, projetos e ações da Administração Estadual que estejam no escopo de atuação do Escritório Central de Projetos do Governo do Estado do Espírito Santo; e apoiar a criação dos escritórios setoriais de projetos e prover a transferência de metodologia de planejamento estratégico e gerenciamento de projetos.

O secretário de Estado de Economia e Planejamento, Álvaro Duboc, explica a importância do programa: “O Realiza+ é uma ferramenta de gestão que compõe o modelo de governança do Estado, com foco em resultados, para que possamos acompanhar e monitorar a execução de cada uma das ações, projetos e programas prioritários do Governo do Espírito Santo”.

O programa, diz ainda o secretário, foi implantado na primeira gestão Renato Casagrande, mas sofreu descontinuidade no governo passado. “O Realiza+ define alguns protocolos de encaminhamento. Por exemplo: todos os projetos do Planejamento Estratégico recebem um selo para que tenham tratamento diferenciado na tramitação. E pontos focais passam a atuar na Procuradoria do Estado, na Secretaria de Controle e Transparência, no Instituto Estadual de Meio Ambiente, no Departamento Estadual de Estradas de Rodagem e no Instituto de Obras Públicas do Estado do Espírito Santo (Iopes), para favorecer o andamento célere das ações e projetos prioritários do governo”, explica o secretário da SEP.

A subsecretária de Planejamento e Projetos da SEP, Joseane Zoghbi, lembra que o  Realiza+, retomado pelo Governo do Estado, é premiado e reconhecido nacionalmente. “Em 2013, na primeira gestão do governador Renato Casagrande, recebemos o prêmio de Melhor Escritório de Projetos do Brasil, concorrendo inclusive com a iniciativa privada. No programa, definimos a metodologia de gerenciamento intensivo dos programas e projetos estratégicos de governo com foco em resultados”.

Comentários no Facebook