Governo apresenta ações do Programa de Reconstrução do Espírito Santo

0
J. Regionalidades vc por dentro de tudo Publicidade Detran carnaval Publicidade

O Governo do Espírito Santo realizou, nesta terça-feira (28), uma reunião de trabalho com objetivo de apresentar as ações que estão sendo realizadas dentro do Programa de Reconstrução do Espírito Santo, voltado aos municípios capixabas afetados pelas fortes chuvas dos últimos dias. O encontro no Palácio da Fonte Grande, em Vitória, teve a participação de membros do Governo, de entidades civis e públicas estaduais e federais, além de representantes de empresas.

Além da apresentação do quem já vem sendo feito para ajudar as pessoas e os municípios atingidos pelo desastre, os participantes da reunião também discutiram a busca de parceiros para auxiliar a reconstrução das cidades. “A ação planejada é fundamental para que os recursos sejam bem empregados, com transparência e a agilidade que o caso requer”, afirmou o secretário de Estado do Governo, Tyago Hoffmann.

Publicidade Publicidade

Com base no diagnóstico da situação registrada em cada um dos 27 municípios afetados pela chuva, o Governo do Estado está definindo uma série de ações envolvendo, entre outros órgãos, as Secretarias de Saneamento, Habitação e Desenvolvimento Urbano (Sedurb), da Fazenda (Sefaz), da Saúde (Sesa), da Educação (Sedu), do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Seama), de Desenvolvimento (Sedes), de Segurança Pública e Defesa Social (Sesp), da Casa Militar (SCM), de Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social (Setades), além do Corpo de Bombeiros, Departamento de Edificações e de Rodovias (DER-ES), Agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo (Aderes), Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema), Instituto de Defesa Agropecuária do Espírito Santo (Idaf), Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), Agência Estadual de Recursos Hídricos (Agerh), Companhia Espírito-Santense de Saneamento (Cesan), Banco de Desenvolvimento do Estado (Bandes) e Banco do Estado do Espírito Santo (Banestes).

Presentes na reunião, os representantes da Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes), da ES em Ação, Vale, ArcelorMittal, e EDP se colocaram à disposição para também ajudar na reconstrução dos municípios capixabas.

Metodologia

Para obter mais resultados nas entregas previstas no Programa de Reconstrução do Espírito Santo, o Governo do Estado está aplicando a mesma metodologia do Programa Realiza+ na realização das ações previstas. O programa está sob coordenação das Secretarias do Governo (SEG) e de Economia e Planejamento (SEP). Ele visa restabelecer as necessidades básicas da população, bem como das atividades econômicas, garantindo moradias às famílias desabrigadas e o reestabelecimento da logística e mobilidade com a limpeza de vias e a reconstrução da infraestrutura dos municípios.

O Realiza+ é uma ferramenta de gestão que compõe o modelo de governança do Estado, com foco em resultados. “Com o Realiza+ acompanhamos e monitoramos a execução de cada uma das ações, projetos e programas prioritários do Governo”, explicou o secretário de Economia e Planejamento, Álvaro Duboc.

Duboc lembrou que a mesma metodologia já havia sido aplicada na primeira gestão do governador Renato Casagrande, na ocasião das chuvas registradas no final de 2013. Naquela época, 55 municípios capixabas foram atingidos e 99,6% de todas as ações previstas pelo Governo foram realizadas, totalizando quase R$ 400 milhões em investimentos.

“Por acreditarmos que a união faz a força, a pedido do governador, fizemos essa reunião e ela foi muito positiva. Ver entidades, empresas, bancos… todos de mãos dadas e em prontidão para ajudar os capixabas atingidos pela tragédia é uma alegria e um acalento. Não vamos parar por aqui. As ações já estão acontecendo e vamos continuar buscando ajuda com entes locais e federais para reconstruirmos as vidas dos capixabas”, afirmou Hoffman.

Comentários no Facebook