O professor Lucas da Silva Machado criou um feedback de correção para os alunos no próprio formulário, por meio de pequenas gravações.

Utilizando as informações divulgadas nas lives promovidas pelo Get-Edu, o professor de História, Lucas da Silva Machado, da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) Leopoldino Rocha, de Itapemirim, desenvolveu as Atividades Pedagógicas Não Presenciais (APNPs) que foram disponibilizadas em formato Google Form, no aplicativo EscoLAR.

Publicidade Publicidade

O professor criou um feedback de correção para os alunos no próprio Formulário, por meio de pequenas gravações em que ele explica o conteúdo de cada questão elaborada na atividade. “As lives promovidas pela Get-Edu ajudaram a mostrar caminhos para buscar esse contato”, disse Machado.

O professor ressaltou que caso o aluno tenha obtido êxito na resposta, o vídeo auxilia no aprofundamento do conteúdo, ao tempo em que o aluno que não conseguiu acertar a atividade tem a oportunidade de compreender os conceitos pertinentes à questão proposta. “Tenho obtido um retorno bastante positivo dos alunos em relação aos recursos utilizados nas APNPs, o que tem contribuído consideravelmente no processo ensino-aprendizagem dos estudantes”, destacou.

Comentários no Facebook