Grupo parlamentar busca, em parceria com a OAB/ES, estreitar as relações capixabas com os chineses, incrementar negócios e reforçar laços culturaisA Frente Parlamentar Brasil – Espírito Santo – China realiza na sexta (10), às 14 horas, no Plenário Dirceu Cardoso, encontro para discutir tratativas a serem deflagradas pelo estado capixaba com o governo do país oriental em busca do incremento de parcerias nos campos econômico e cultural.

Um dos convidados para o debate que terá transmissão pela TV Assembleia e canal do YouTube é o coordenador estadual das Relações Bilaterais Brasil-China no Espírito Santo, José Carlos Ceolin Júnior.

Publicidade Publicidade

De acordo com Ceolin, a China é uma das parceiras mais estratégicas para o Estado do Espírito Santo, o que torna essencial a apresentação das potencialidades capixabas, além da discussão de projetos e incentivo a demandas institucionais e comerciais.

“Mediante promoção do estreitamento do relacionamento sino-brasileiro, buscamos identificar oportunidades para investimentos e acordos de cooperação em áreas como tecnologia, comércio e cultura, incrementando a economia e impulsionando o crescimento do estado”, explicou.

Ele disse também que o Espírito Santo possui como grande diferencial a sua localização estratégica. E nesse aspecto há grande oportunidade de investimentos envolvendo o país asiático, que já detém expressivo e recordista fluxo comercial com o Estado.

José Carlos Ceolin Júnior destacou que há 12 anos consecutivos a China tem sido a principal parceira do Brasil no comércio internacional e na realização de investimentos. Citou ainda que em 2020, apesar da pandemia e a consequente crise na economia global, os chineses contribuíram com cerca de dois terços do superávit brasileiro na balança comercial.

“Além disso, mais de um terço de todo o fluxo de exportação do Brasil vai para a China. Ainda assim, é latente o potencial de ampliação do fluxo de negócios e das transações entre os dois países”, avaliou Ceolin.

O presidente da Frente Parlamentar Brasil – Espírito Santo – China, deputado Bruno Lamas (PSB), explicou que o papel do colegiado é inserir o Legislativo estadual nos grandes debates em prol do incremento das relações entre as duas nações.

E no caso específico do Espírito Santo, também pretende otimizar a parceria não só ampliando o comércio já existente em vários setores, como também buscando novos nichos de negócios entre os capixabas e os chineses.

Relações Brasil-China

A coordenação Nacional das Relações Brasil-China, que dispõe de braços em vários estados brasileiros, entre eles o Espírito Santo, sob a coordenação liderada por José Carlos Ceolin Júnior, surgiu após o fenômeno do novo coronavírus.

Em março de 2020, o presidente nacional da OAB, Felipe Santa Cruz, recebeu uma comitiva de lideranças atuantes na relação entre Brasil e China. No encontro, Santa Cruz manifestou solidariedade à população do país asiático, que enfrentava uma das piores crises de saúde de sua história com a proliferação da Covid-19.

Ele anunciou então que seria criada na OAB a Coordenação Nacional das Relações Brasil-China. Santa Cruz informou que a coordenação iria reforçar as ações de combate ao coronavírus e atuaria ainda no enfrentamento às fake news que continuam hoje a envolver o tema.

Na medida em que as atividades da coordenação ganharam corpo, abriu-se a oportunidade de expandir o papel do movimento, tornando-o hoje num forte instrumento no intercâmbio econômico e cultural entre o Brasil e a China.

Convidados

Entre os convidados para o encontro da Frente Parlamentar Brasil – Espírito Santo – China estão os deputados federais Evair de Melo (PV/ES) e Greyce de Queiroz Elias (Avante/MG); o presidente da OAB/ES, José Carlos Rizk Filho; o presidente do Instituto Sociocultural Brasil China (Ibrachina) e presidente da Coordenação das Relações Bilaterais Brasil-China (OAB Nacional), Thomas Law; o vice-presidente da Coordenação das Relações Bilaterais Brasil – China (OAB Nacional), Sóstenes Marchezine; o coordenador estadual da Coordenação das Relações Bilaterais Brasil – China no Estado do ES, José Carlos Ceolin Júnior; e o servidor da Câmara dos Deputados Deyvid Pereira.

Comentários no Facebook