A abertura das finais infantis estaduais dos Jogos Escolares do Espírito Santo (JEES) 2019 agitou o Sesc de Guarapari, nestasegunda-feira (1º). A cerimônia teve início às 20 horas e contou com a delegação dos 32 municípios participantes, do secretário de Estado de Esportes e Lazer, Júnior Abreu, e autoridades locais.

Após oito regionais, a solenidade deu início as finais das modalidades coletivas de basquete, futsal, handebol e vôlei, que começam a ser disputadas a partir desta terça-feira (2). Serão 600 alunos, de 51 escolas, se enfrentando pela oportunidade de representar o Estado na fase regional dos Jogos Escolares da Juventude, que será realizada em Cascavel, no Paraná.

Publicidade Publicidade

“O Jogos Escolares é a competição mais importante entre estudantes do nosso Estado e, sabendo da relevância disso, buscamos fazer a melhor competição possível para todos os atletas. Aqui, esses jovens têm a chance de apresentar todo seu potencial e também alcançar objetivos maiores, como a ida para as etapas nacionais, destacando também seus municípios e trabalhos feitos pelos professores. Tenho certeza que teremos grandes jogos aqui durante essas duas semanas”, disse o secretário Júnior Abreu, durante a cerimônia.

Pelo bom desempenho do Estado no ano anterior, as equipes vencedoras do handebol masculino e feminino e basquete feminino já se classificam direto para a última etapa dos Jogos Escolares da Juventude (JEJ), que acontecem em Blumenau, Santa Catarina, entre os dias 16 a 30 de novembro.

Já os campeões das demais modalidades, competem na etapa Regional III, que será disputada entre os dias 2 e 6 de setembro, em Cascavel, no Paraná. Nesta fase, as equipes capixabas enfrentarão alunos de escolas de Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Goiás e Mato Grosso do Sul.

Jogos Escolares

Os Jogos Escolares do Espírito Santo buscam fomentar a prática do esporte escolar com fins educativos e possibilitar a identificação de talentos nas escolas. Têm ainda o objetivo de contribuir para o desenvolvimento integral do aluno como ser social, autônomo, democrático e participante, estimulando o pleno exercício da cidadania com aplicação de conhecimento e oportunidades de acesso às práticas esportivas escolares.

Comentários no Facebook