O intuito dos encontros foi estreitar laços entre a escola e aluno durante o período de suspensão de aulas presenciais.
A Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) José Giestas, em Afonso Cláudio, promoveu um ciclo de webconferências por meio do Google Meet. O intuito foi estreitar laços entre a escola e os alunos, durante este período de suspensão de aulas presenciais. As rodas de conversas com os estudantes foram conduzidas por professores, pedagogos, coordenadores de turno e o diretor da unidade.
O diretor da EEEFM José Giesta, Géderson Vargas Dazilio, afirma que o contato da escola com os alunos, por meio de redes sociais, é frequente desde a primeira semana de suspensão das aulas presenciais em decorrência da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19).
“Sentimos a necessidade de uma aproximação mais calorosa, com o envolvimento simultâneo dos alunos, mesmo que distantes. Assim, surgiu a proposta do ciclo de webs, que só ocorreu, porque todos os servidores da escola acolheram muito bem a proposta e não mediram esforços para o seu sucesso. As reuniões tiveram como ponto forte o momento de escuta, em que os alunos expuseram seus anseios, dificuldades, dúvidas e expectativas. Foi um importante termômetro para avaliarmos nossas ações referentes ao programa EscoLAR”, disse.
Além das webconferências com as turmas, também foi realizada uma reunião remota com o conselho de líderes, com o objetivo de fortalecer o protagonismo juvenil de modo a envolve-los na busca do engajamento de todos os estudantes.
A professora de Artes, Sueli Rita Caetano Martinuzo, contou que foram momentos significativos para a comunidade escolar. “Nossos alunos relataram como estão organizando suas rotinas de estudo e como têm realizado as atividades disponibilizadas no Google Sala de Aula e grupos de WhatsApp. Ficou nítido no brilho dos olhos dos alunos participantes o prazer que tiveram em rever os colegas e professores”, enfatizou.
Os pais dos estudantes da Escola José Giestas estão acompanhando de perto as atividades dos filhos. É o caso de Adelma Lúcia Gomes Dazilio, mãe do aluno do 4º ano, Lucas Dazilio Delpupo.
“Achei muito válido o momento de interação virtual promovido por alguns professores do Lucas. As orientações quanto ao acesso à plataforma foram bastante claras, o que facilitou muito o uso. Lucas estava bastante ansioso com a experiência, a primeira dele, e ficou muito feliz com o bate papo. Disse que não viu o tempo passar e espera que se repita, com a participação de mais colegas e outros professores. Eu, enquanto professora também, parabenizo toda equipe escolar, e como mãe, tive o coração aquecido pelo empenho e dedicação, que, carinhosamente, a escola tem demonstrado pelas nossas crianças nesse momento tão extraordinário de nossas vidas”, relatou Adelma Lúcia Gomes Dazilio.

Comentários no Facebook