A Estação Cidadania – Cultura “Sérgio Sampaio”, equipamento público localizado no bairro Rui Pinto Bandeira, foi oficialmente inaugurada na noite desta quarta-feira (18), pela Prefeitura de Cachoeiro. O evento contou com a presença de autoridades e moradores da região, que também prestigiaram apresentações de teatro e violão, com crianças que participam do projeto Novos Talentos, e de dança, com os idosos do Centro de Convivência Vovó Matilde.

O local integrará, num mesmo espaço, programas e ações culturais, práticas esportivas e de lazer, formação e qualificação para o mercado de trabalho, serviços socioassistenciais, políticas de prevenção à violência e de inclusão digital.

Publicidade Publicidade

Fruto de parceria do município com o governo federal, a ECC recebeu o nome de Sérgio Sampaio, em homenagem ao músico cachoeirense, de renome nacional, que viveu de 1947 a 1994. Familiares do músico também estavam presentes na cerimônia.

O prefeito Victor Coelho agradeceu a presença de todos e disse que o sentimento é de alegria. “Estamos entregando oficialmente um espaço público com diversos serviços para a população e isso muito nos alegra, principalmente, por saber que, aqui, formaremos cidadãos. Existem vários artistas cachoeirenses de nível nacional, mas, aqui, continuaremos produzindo mais, com objetivo de levar o nome de Cachoeiro como referência para o Espírito Santo e para o Brasil. Aproveitem, esse espaço é de vocês”, frisou.

Representante do governo federal, o secretário de Difusão e Infraestrutura Cultural, Rodrigo Junqueira, participou da cerimônia e ressaltou a importância do local para a população. “Esta é a quinta Estação Cidadania do Estado, de oito que serão entregues. A vocação deste espaço, para nós, é trazer para as comunidades do nosso país a arte, em diversas formas. Temos o compromisso de contribuir e dar continuidade com esse trabalho maravilhoso que estão fazendo. Parabéns para toda a equipe local”, frisou.

Estrutura

Com cerca de 3 mil metros quadrados, o espaço conta com quadra poliesportiva coberta, bicicletário, playground, aparelhos para exercícios físicos, pista para caminhada, pista de skate, além de telecentro, cineteatro com 60 lugares, Centro de Referência de Assistência Social (Cras) e biblioteca.

A gestão da ECC é compartilhada entre a prefeitura e a comunidade, por meio de um grupo gestor formado por representantes do poder público municipal e de moradores da região. As secretarias municipais envolvidas na administração do equipamento são as de Desenvolvimento Econômico (Semdec), Desenvolvimento Social (Semdes), Cultura e Turismo (Semcult) e Esporte e Lazer (Semesp).

A moradora e presidente do grupo gestor, Maria Luzia Dantas, disse que as portas da Estação Cidadania estão abertas para a sociedade. “Estamos entregando este espaço com várias atividades para nossos moradores e todos que já passaram por aqui ficaram muito satisfeitos. As crianças estão ansiosas para o telecentro, que estará disponível depois desta inauguração oficial. Estamos muito felizes”, contou.

“Esperamos que a população dos bairros atendidos se apropriem do local e que os atendimentos cresçam cada vez mais. Agradecemos pelo apoio e continuaremos trabalhando para ajudar quem precisa”, explicou a secretária municipal de Desenvolvimento Social, Maria Aparecida Stulzer, membro do grupo gestor.

Yara Aniquim, moradora e estudante, de 17 anos, está empolgada para utilizar o serviço da biblioteca e fazer empréstimo de livros. “Nunca tivemos algo assim no bairro, ter acesso a tudo isso é muito bom. Amo ler, então o primeiro serviço que vou usar será a biblioteca. O legal é poder levar para casa. Muita gente que não tinha acesso agora vai ter”, disse.

Comentários no Facebook