O Estado do Espírito Santo ficou em quinto lugar no ranking nacional de Oferta de Serviços Públicos Digitais, criado pela Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação (Abep-TIC), que reúne órgãos públicos do segmento de Tecnologia da Informação (TI).

Esse ranking leva em consideração dois pilares: Eficiência na Máquina Pública e Oferta de Serviços Digitais. No primeiro, o Espírito Santo atingiu a 3ª colocação com 95,3 pontos, numa escala que vai de 0 a 100. No segundo, o Estado alcançou a quinta posição com 87,3 pontos, com a nota máxima podendo chegar a 100.

Publicidade Publicidade

Para a formulação do ranking são analisados alguns aspectos, como a adoção do portal único de serviços públicos digitais, o sistema de agendamento digital de serviços, o uso de solução para a geração e tramitação de processos administrativos eletrônicos, o serviço digital de Boletim de Ocorrência on-line, entre outros.

Para o presidente do Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Espírito Santo, Tasso Lugon, o resultado do ranking é uma prova de que o Estado está adotando ações com foco na transformação digital dos serviços públicos.

“Atualmente, contamos com o e-Docs, responsável pela tramitação eletrônica de documentos e processos, além da economia de recursos públicos. Também temos um sistema que viabiliza agendar o atendimento em órgãos públicos. Estamos atuando no desenvolvimento de um portal único de serviços públicos. Esse esforço nos coloca em uma posição privilegiada em nível nacional, mas temos condições de melhorar”, afirmou Lugon.

Comentários no Facebook