Espírito Santo fecha semestre com menor número de homicídios dos últimos 23 anos

0
Foto: Hélio Filho/Secom

Dados da Secretaria de Estado da Segurança Pública e Defesa Social (Sesp) mostram que o Espírito Santo fechou o mês de junho e o primeiro semestre de 2019 com reduções históricas de homicídios. No total, de janeiro a junho deste ano, foram registrados 498 assassinatos, uma redução de 18,2% em relação ao número de casos em 2018, quando foram registradas 609 vítimas. É a primeira vez que o Estado termina um período de seis primeiros meses com menos de 500 homicídios na série histórica, que engloba o período entre 1996 e 2019.

O último mês de junho contribuiu de forma crucial para esse resultado. Foram registradas 59 mortes dolosas, menor número contando qualquer mês nos últimos 23 anos. O mês de julho de 2018 havia sido o melhor da série histórica, com 67 assassinatos. Em relação ao mesmo mês do ano passado, a redução dos homicídios foi de 40%. Em julho de 2018, foram contabilizados 99 homicídios.

Publicidade

O secretário da Segurança Pública, Roberto Sá, explicou quais foram os principais fatores para essa redução de mortes e as 111 vidas poupadas em relação ao mesmo período do ano passado: “Atribuo essa redução de homicídios a fatores importantíssimos. Um dos principais é a definição de um foco, com o programa Estado Presente em Defesa da Vida, que é a prisão qualificada de homicidas e apreensão de armas de fogo. Depois vem a participação pessoal do nosso governador, que acompanha periodicamente os indicadores e realiza as reuniões onde são definidas as estratégias policiais para combate à criminalidade”, afirmou.

Sá ainda destacou e agradeceu às forças de segurança, exaltando o trabalho policial nas ruas. “Ao todo, prendemos cinco assassinos por dia e apreendemos nove armamentos diariamente no Espírito Santo. E para que isso aconteça, o ponto a ser destacado é a dedicação do nosso policial, que hoje entrega um grande resultado. Estão fazendo mais com menos. Com planejamento de ações e uso da tecnologia, conseguimos esses bons resultados, que ainda não estão satisfatórios, mas mostram que estamos no caminho certo”, ressaltou.

Para o secretário de Estado de Planejamento, Álvaro Duboc, os resultados provam que a política de redução da criminalidade do governador Renato Casagrande é eficaz: “Os resultados registrados nos seis primeiros meses deste ano mostram que a política de Segurança Pública realizada pelo Governo capixaba caminha na direção certa, com as ações previstas no Programa Estado Presente. Vale ressaltar que mesmo com a interrupção desse programa, pela gestão passada, o registro da violência tem sofrido redução ano após ano, no Espírito Santo, desde sua implantação em 2011, no primeiro Governo Renato Casagrande”, disse.

Confira outros pontos de destaque:

  • Todas as Regiões Integradas de Segurança Pública apresentam redução dos casos de homicídios dolosos Risp 01 (Metropolitana) -16,9%, Risp 02 (Norte) -14,2%, Risp 03 (Sul) -36%, Risp 04 (Noroeste) -13,6% e Risp 05 (Serrana) -31%;
  • 23 municípios do Estado ainda não registraram homicídio este ano. Destaque para os municípios de Alfredo Chaves (último homicídio doloso ocorrido em 2015 e Marechal Floriano (último homicídio doloso ocorrido em 2016);
  • Pela primeira vez no ano ultrapassamos a marca de 100 homicídios a menos em relação ao mesmo período do ano passado. Ao final do 1º semestre a diferença atingiu 111 homicídios a menos;
  • 04 homicídios registrados no mês de junho no município de Vila Velha, este é o melhor resultado do ano;
  • 08 homicídios registrados no município de Serra (segundo melhor resultado do ano);
  • 09 homicídios registrados no município de Cariacica, que repete o bom resultado apresentado no mês de maio (08 homicídios no mês de maio).

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.