A Escola de Serviço Público do Espírito Santo (Esesp), em parceria com a Secretaria de Gestão e Recursos Humanos (Seger), está com nove turmas do curso “Introdução ao Sistema e-Docs” programadas para o mês de dezembro. No total, são 270 vagas disponíveis para os servidores que precisam utilizar a ferramenta para criar e tramitar processos eletronicamente na Administração Pública Estadual.

O objetivo da capacitação é possibilitar ao aluno exercitar as principais operações do sistema, conhecendo os procedimentos trazidos pelo e-Docs e fazendo sua aplicação durante simulações. Cada turma tem 30 vagas e carga horária de 04 horas/aula, sendo realizada em um único dia pela manhã ou no período da tarde.

Publicidade Publicidade

Confira as oportunidades:

TURMA DATA HORÁRIO INSCRIÇÃO
01 02 de dezembro 9h às 12h30min 21 a 28 de novembro
02 02 de dezembro 14h às 17h30min
03 04 de dezembro 9h às 12h30min
04 05 de dezembro 9h às 12h30min
05 05 de dezembro 14h às 17h30min
06 06 de dezembro 9h às 12h30min 22 de novembro a 04 de dezembro
07 06 de dezembro 14h às 17h30min
08 09 de dezembro 9h às 12h30min
09 09 de dezembro 14h às 17h30min

 Inscrição

Os servidores interessados em participar das atividades devem ficar atentos aos prazos. Para as cinco primeiras turmas, as inscrições serão realizadas entre os dias 21 e 28 de novembro. Já para as outras quatro, o prazo começa no dia 22 de novembro e segue aberto até o dia 04 de dezembro. A inscrição deverá ser realizada no setor de Recursos Humanos do órgão onde o servidor atua.

 

Conheça o sistema

O e-Docs é o sistema corporativo de gestão de documentos arquivísticos digitais do Governo do Estado que contempla os procedimentos de autuação, despacho, tramitação, classificação, prazo de guarda, arquivamento e destinação final que foi desenvolvido pelo Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Espírito Santo (Prodest), em parceria com a Secretaria de Estado de Controle e Transparência (Secont), a Secretaria de Estado de Gestão e Recursos Humanos (Seger) e Arquivo Público.

Comentários no Facebook