Empresa de provedor de internet em Presidente Kennedy se estrutura com recursos do Fundesul

0
Foto: Divulgação

O mercado de provedores de internet é um dos mais promissores, principalmente para as pequenas e médias empresas que atuam em regiões que não são o foco principal das grandes corporações. Em Presidente Kennedy, a empresa PK Net tem conquistado mercado na Região Sul com apoio do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes).

A empresa contratou recursos junto ao Fundo de Desenvolvimento Econômico do Sul do Espírito Santo (Fundesul) de Presidente Kennedy. Um fundo de investimento com gestão do Bandes e recursos oriundos de royalties do petróleo, aplicados pela prefeitura para apoiar projetos de negócios que resultem, direta ou indiretamente, em geração de emprego e renda no município, de forma alinhada ao Plano de Desenvolvimento Econômico e Social local.

Publicidade Publicidade

A proprietária da PK Net, Ana Flávia Barboza Costalonga, destaca que a empresa tem ganhando espaço por oferecer dentro da região uma conexão em alta velocidade que é uma das principais perspectivas para os negócios desse ramo, sobretudo os serviços de banda larga, mediante a evolução da tecnologia de fibra ótica.

“A PK Net Fibra é a única empresa de internet em Presidente Kennedy que possui três estruturas de rede, ou seja, se uma estrutura de conexão “cair”, uma das reservas será automaticamente disponibilizada para que o cliente não fique desconectado”, explica.

A infraestrutura moderna foi montada com recursos do Fundesul Presidente Kennedy. Para se ter uma ideia, são cerca de 100 km de cabeamento em toda a localidade atendida pela empresa. Atualmente a PK Net Fibra atende aproximadamente 15 mil contratos divididos nos municípios de Presidente Kennedy, Atílio Vivacqua, a comunidade de Boa Vista em Marataízes, distrito de Torres e sede de Mimoso do Sul, distrito de Itaóca Pedra em Cachoeiro de Itapemirim e sede do município, além de Muqui.

Ana Flavia explica que o processo de contratação do recurso viabilizou o investimento que hoje faz com que a empresa possa se estruturar e planejar para oferecer, futuramente, novos produtos e serviços à população. “Quando o escritório do Fundesul inaugurou, procurei saber sobre o programa, a forma do processo e a prestação de contas. São muitas etapas, mas para quem tem organização, um plano de negócio e vontade de empreender é uma opção importante”, enfatiza a empresária.

Com o acesso a uma infraestrutura moderna e com conexão segura, a população atendida pela fibra ótica da PK Net pode utilizar cada vez mais a internet, seja para trabalhar, estudar ou se divertir. Desta forma, os recursos aplicados pelo Bandes, por meio do Fundesul Presidente Kennedy, proporcionam melhoria à infraestrutura da região e oportunidades de novos negócios.

Foto: Divulgação.

 

Mercado de provedores de internet
De acordo com análise da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), os pequenos provedores de internet, já lideram o mercado em mais de 1200 municípios e são responsáveis por 12% do total de conexões no país. Com um mercado-alvo bem definido, os pequenos provedores locais conseguem investir em uma infraestrutura de redes de fibra óptica cada vez mais adequadas as demandas das regiões, passando a oferecer conexões de altíssima velocidade à população.

Comentários no Facebook