Detran | ES autoriza mais de 3 milhões para sinalização de trânsito em 12 municípios capixabas

0

Com o objetivo de coibir infrações e atuar para a redução de acidentes nas vias capixabas, o Governo do Estado, por meio do Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES), autorizou, nesta terça-feira (03), serviços de sinalização viária vertical e horizontal em 12 municípios capixabas. A Ordem de Serviço foi assinada pelo governador Renato Casagrande e pelo diretor geral do Detran|ES, Givaldo Vieira, durante cerimônia no Palácio Anchieta, em Vitória.

Os municípios contemplados são: Domingos Martins, Fundão, Viana (bairro Vila Bethânia), Alto Rio Novo, Barra de São Francisco, Governador Lindenberg, Nova Venécia, Pedro Canário, Vila Pavão, Alegre, Muqui e Presidente Kennedy. O investimento total é de R$ 3.089.802,96, com recursos provenientes de multas de trânsito, conforme determina o Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

Publicidade Publicidade

O governador Casagrande afirmou o trabalho de educação no trânsito é cada dia mais importante. Ele lembrou que o Detran passa hoje por um processo de modernização com a incorporação de diversas novas tecnologias. “Queremos evitar fraudes, agilizando o atendimento e diminuindo o custo para o Estado. É o nosso investimento em tecnologia a favor do capixaba. Hoje assinamos a Ordem de Serviço para sinalização que é importante para humanizar o trânsito e orientar os nossos motoristas. Um acidente de trânsito deixa sequelas por anos e um custo alto para o Estado”, lembrou.

Givaldo Vieira salientou que a sinalização nos municípios é imprescindível para que as leis de trânsito sejam obedecidas pela população. “As nossas cidades passam por mudanças constantes no trânsito. Isso se deve tanto à circulação quanto pela deformidade de pavimentos, por enchentes, por crescimento do número de veículos e acidentes. Por isso, com o intuito de evitar infrações e proteger a vida das pessoas, sinalizamos e damos manutenção nas sedes e nos distritos, beneficiando também as áreas mais distantes, em diálogo com a sociedade, para oferecer vias mais seguras”, ressaltou.

O diretor geral do Detran|ES frisou ainda que a redução de acidentes nas cidades depende fundamentalmente da atitude de cada um no trânsito. “Todos temos responsabilidade para que o trânsito seja mais gentil, do pedestre ao condutor. Pensando em conscientizar os moradores dos 12 municípios sobre atitudes corretas nas vias e para orientar sobre as mudanças feitas, nossa equipe de Educação de Trânsito realizará, após o término dos serviços, abordagens educativas em cada uma das cidades”, acrescentou Givaldo Vieira.

Principais serviços

Dentre as intervenções relacionadas à sinalização horizontal estão a demarcação de faixa elevada para travessia de pedestres; faixa de travessia de pedestres; marca de delimitação e controle de estacionamento; demarcação de vaga para pessoa portadora de deficiência e para idoso; além de outros dispositivos. Já a sinalização vertical, compreende o pórtico e semipórtico na chegada dos municípios; placa indicativa turística; placas de regulamentação, dentre outros, conforme projeto aprovado por cada município.

Prazo

A realização dos serviços tem o prazo de 60 dias a partir da data de publicação da Ordem de Serviço assinada. Caso necessário, serviços podem ser acrescentados no decorrer da implantação da sinalização em determinado município, desde que haja formalização de uma nova ordem de serviço complementar.

Participação popular

Os projetos de sinalização são revisados pelos engenheiros e técnicos do órgão, com base em estudos e levantamentos realizados em cada município, com a participação das prefeituras, autoridades, Polícia Militar e sociedade civil organizada, que podem opinar, em audiências públicas, sobre as principais necessidades do trânsito nas localidades.

Participaram também da solenidade os prefeitos dos municípios beneficiados com os serviços; o diretor técnico do Detran|ES (respondendo) George Pereira Alves e as principais lideranças das cidades contempladas.

DEIXAR UM COMENTÁRIO

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.