A promoção do desenvolvimento em todas as regiões do território capixaba é um dos pilares do Governo do Estado, que, por meio da Secretaria de Estado de Inovação e Desenvolvimento (Sectides), coloca em prática um modelo de atração de investimentos, investe em qualificação profissional e na oferta de crédito para empreendedores, entre outros programas. Esses foram alguns dos assuntos tratados nessa quinta-feira (22), no auditório do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), em Colatina, por representantes da Sectides, durante evento com empresários e lideranças locais das regiões norte e noroeste.

Publicidade Publicidade

No encontro, o secretário de Estado de Inovação e Desenvolvimento, Tyago Hoffmann, salientou o trabalho intenso do Governo do Estado para amenizar os impactos da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), de modo a preservar vidas e não prejudicar o desenvolvimento.

“Vimos cenas em outros estados e em outros países de pessoas perdendo a vida, devido à falta de respiradores. Mas, aqui, fizemos um trabalho de enfrentamento muito relevante, muito importante para os capixabas, para que pudéssemos superar dias difíceis e ultrapassarmos este momento. Espero que de agora em diante possamos só olhar para frente e retomar as atividades econômicas. E por que digo isso? Porque o Estado é, sem sombra de dúvida, o com o melhor ambiente de negócios do Brasil. Conseguimos reunir o poder público, instituições representativas do setor privado, academia e setor empresarial para discutirmos os problemas, as soluções e as oportunidades de maneira republicana e, juntos, fazer o Estado ir para frente. Seguimos esta orientação do governador Renato Casagrande para que os capixabas tenham um Estado forte e equilibrado”, pontuou o secretário.

O diretor-presidente do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes), Munir Abud de Oliveira, frisou a importância da concessão de crédito com condições facilitadas para a manutenção de empregos e apoio aos empreendedores para evitar maiores prejuízos à economia e ao desenvolvimento. “Estamos a conceder o crédito da forma mais simples possível, para que se possa atingir o maior número de empresas e, de fato, chegar à ponta daquele empreendedor que precise. Isso foi premissa máxima a nortear o trabalho do Bandes e entendemos que é crucial para fomentar a recuperação econômica do nosso Estado”, frisou.

“Temos aqui uma missão muito ampla que vamos trabalhar para a retomada econômica pós-pandemia. O Governo do Estado é o braço forte junto aos nossos municípios e junto às nossas instituições. Quanto ao desenvolvimento, temos uma dificuldade no País e no nosso Estado. Não é diferente com relação à qualificação profissional. Enquanto eu for parlamentar, quero trabalhar para encurtar esta distância entre os municípios e as instituições para ampliar a capacitação profissional. Este é o primeiro passo para a retomada econômica”, disse o deputado federal Josias Da Vitória.

Comentários no Facebook