source
Deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ)
Reprodução: iG Minas Gerais

Deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ)

O deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ)  prestou depoimento ao Ministério Público Federal (MPF) nesta sexta-feira (26) na unidade prisional da Polícia Militar em Niterói.

Publicidade Publicidade

Silveira depôs referente ao inquérito que investiga os dois telefones celulares encontrados na cela onde estava preso por agentes da polícia federal.

Ele apenas permaneceu com os telefones que já estavam com ele”, diz o advogado Maurizio Spinelli, que defende o deputado.

Segundo Spineli, Daniel Silveira já estava com posse dos celulares quando foi preso em flagrante pela Polícia Federal no dia 17 de fevereiro, e que não houve revista.

Você viu?

A versão contradiz a fala da Polícia Federal, que afirma que Daniel foi revistado antes de entrar no espaço onde ficou detido, e o celular teria sido entregue a um assessor.

A versão apresentada ao MPF também contradiz a declaração de André Rios, outro advogado de Daniel, que no dia em que veio a público a notícia da apreensão dos celulares, disse que não sabia de quem era e nem como foi para lá.

Segundo informações, seis pessoas visitaram o parlamentar entre os dias 17 a 18, quando ele foi transferido para o Batalhão Especial Prisional em Niterói. Dois deputados do PSL estavam entre os visitantes, Rodrigo Amorim, deputado estadual, e Major Fabiana, deputada federal.

Comentários no Facebook