Assista ao vídeo

Publicidade Publicidade

Desde o início da pandemia, os Ministérios Públicos do Estado do Espírito Santo e do Trabalho, o Governo do Estado, a Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), a Agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo (Aderes) e a Associação dos Municípios do Espírito Santo (Amunes) vêm discutindo a situação de vulnerabilidade dos catadores e desenvolvendo ações para a saúde e segurança desses trabalhadores. Entre elas, a elaboração da Nota Técnica COVID-19 N° 40/2020 – SESA/SSVS/GEVS/NEVISAT, com orientações para adequação de ambientes e processos de trabalho de catadores organizados em associações ou cooperativas de materiais recicláveis e reutilizáveis no Estado, em face do novo coronavírus. O foco desse trabalho cooperativo é trazer benefícios às associações que irão durar além deste momento de pandemia.

Veja a Nota Técnica

Comentários no Facebook